Obras

Autora dos livros:

* Anunnakis, os Deuses Astronautas - Editora Madras
* A Conspiração Anunnaki - Editora De Geneve
* Ouro de Ofir - Alquimia do Antigo Egito - Editora De Geneve
* Efeito Exillis - O Segredo das Sociedades Secretas
* Mito - Livro de Poesias
* Operação Rhesus - Em busca do Elo Perdido ( Recém lançado. Maio 17)
* 2162 - O Código Secreto de Hitler

À VENDA NAS LIVRARIAS SARAIVA, AMAZON.

terça-feira, 24 de novembro de 2015

HOMO CAPENSIS, OS INTRATERRENOS





E se houver uma espécie de Homo mais inteligente do que o Homo sapiens coexistindo na Terra?

O homem pode não ser a única raça de hominideos inteligentes a viver sobre a face da Terra. Nesse momento, outra raça terrestre pode estar dividindo o globo terrestre com a raça humana. Você duvida?
Sem dúvida que a população humana excede. Lógico! O homem contém o apêndice réptil em seu cérebro, o que deu o instinto de reprodução da espécie. Enquanto que, a outra raça pode estar "timidamente" se reproduzindo em uma escala menos acelerada. Ou talvez, nem se reproduzindo, desde que eles possuem uma sobrevida muito longa. Afinal de contas, vocês acham que eles são loucos de confrontar com a violenta raça humana?
Além disso, o homem acha que ele é o centro do Universo. Todas as ossadas encontradas no chão da Terra consistem em ossadas do passado. Lógico!! Ossadas de uma raça extinta e que não sobreviveu.  Afinal, dois séculos de Darwinismo mal explicado se passaram. Em que você decidiu acreditar?
Evolucionismo











A ideia de evolução biológica das espécies foi legitimada por Charles Darwin, em 1859. Essa história de que o homem originou do macaco e que, os nossos parentes mais próximos são os chimpanzés e os gorilas é uma ideia retrógrada. Será?

Você acha mesmo que o homem é o ápice da criação divina?

Você acha que o Criador ficou satisfeito com a criação da raça humana, de modo que, ele não criou nenhuma outra raça mais inteligente para coabitar a Terra com o homem?
Será que o homem foi o produto de acertos e erros na criação? Você acha mesmo que tudo que foi encontrado de ossadas até então consiste em tentativas frustradas da nossa criação?
E fala sério? Quantas ossadas diferentes tem deixado a Comunidade Científica cada vez mais perdida! Haha
A verdade é que, a Comunidade Científica se encontra em um cenário confuso em relação à classificação das espécies Homo. Todas as vezes que são encontrados fósseis de um novo primo da raça humana, a comunidade científica quer encaixá-lo no álbum da família da espécie humana. E pior que, ela encaixa. Então você acha que ela vai desapontar a Teoria de Darwin?

Porque a comunidade científica não deixa Darwin de fora dessas descobertas?

Pense comigo... A ousadia de um criador não permite que ele crie apenas um protótipo e se satisfaça com o primeiro resultado. A teoria fica mais compreensível se usarmos o bom senso: quem cria um, cria um cento. Um demiurgo sempre quer se superar com diferentes criações e resultados cada vez mais surpreendentes.

“Na sabedoria, Elohim cria o homem”. Zohar

A seleção natural das espécies defendida por Darwin coloca a criação do homem como não sendo um instrumento de Deus. A proposta que os seres originaram de forma natural contradiz os ensinamentos bíblicos no livro de Gênesis. Aliás, já está mais do que comprovado que a criação do homem não foi uma criação divina, mas um procedimento genético de laboratório. O Antigo Testamento narra verdadeiros procedimentos cirúrgicos como, por exemplo, a divisão de sexos.

“E Deus fez cair pesado o sono sobre o homem. Com esse adormecido, tomou uma de suas costelas e fechou o lugar com carne. E a costela que o Senhor Deus tomou do homem, transformou-a em uma mulher”. (Gênesis 2:21)

Cientistas do atual Projeto Humano Genoma já estão admitindo a hipótese de que uma forma de vida alienígena avançada esteja envolvida na criação de novas formas de vida em vários planetas, sendo a Terra apenas um desses lugares. Eles estão constatando que 97% das sequências não codificadas de DNA humano pertencem à herança genética de formas de vida extraterrestre. O fato é que, vários textos da antiguidade nos deixa claro que, Deus não criou o homem. Foi um primata superdotado que o criou e restringiu a sua evolução através de enxertos répteis no seu corpo.

Um primata superdotado corrompeu o DNA humano, introduzindo um gene maligno para impedir a encarnação do verbo. (Trechos Mesopotâmicos).

Segundo os escritos da Mesopotâmia, o homem foi criado através da inserção de um gene réptil numa semente germinativa pura de Amélius. A raça Amélius é a linhagem original de seres humanos trazida do sistema estelar de Vega, da Constelação de Lyra.  Assim, o homem é fruto da hibridação satirizada e quase que “danificada” da inserção de um DNA réptil no genótipo de um ser Amélius. O homem foi feito imperfeitamente de maneira proposital, para que pudesse servir de escravo nas frentes de minério de ouro no início dos tempos.
Do mesmo modo que, demiurgos criaram a raça humana, eles podem ter inseridos outros tipos de genes nas sementes de Amélius e criados outras espécies que se enquadram dentro dos Homo. Elohim é uma palavra hebraica que está no plural, cuja raiz El significa Deus. Deusa em hebraico é Eloah. Assim, Elohim significa Deus e Deusa. A palavra Elohim também significa anjo ou governadores da criação. No Antigo Testamento, o anjo que dirigiu a criação foi chamado de Jehovah Elohim. Ou seja, foram duas entidades que criaram a raça humana.


Como qualquer criador, ambos desejaram superar os seus experimentos genéticos fazendo vários experimentos dentro do gênero Humano como o Homo habillis, Homo erectus, Homo floresiensis, Homo naledi, Homo sapiens, etc. 


Devido a extinção das espécie Homo que antecederam o homem, nós consideramos que, o Homo sapiens tenha sido uma evolução de todas essas espécies. Porém, a nossa prepotência não nos faz pensar que acima de nossa espécie, pode ter sido “formada” uma raça superior a nossa, de seres bem mais inteligentes do que a raça humana.

E se um “Homo superior” já tiver sido criado pelos mesmos demiurgos?

Você acha que nós somos o topo da perfeição que os demiurgos quiseram alcançar? Você acha mesmo que os demiurgos que nos criaram não foram instigados pelo processo de se superar a cada nova criação?
O Homo sapiens pode ser uma forma de vida muito arcaica do gênero Homo. Se no passado os demiurgos criaram os hebreus, uma amostra genética pura de Amélius, que se tornaram os favoritos de Deus, porque não existe outra amostra que a substituiu através dos séculos?
Você acha que não?
Pois saiba que, a raça humana melhorada já existe. Trata-se da espécie Homo capensis. A figura abaixo nos mostra um medalhão encontrado no Egito contendo um crânio de um Homo capensis.

Eles se parecem com os seres humanos, diferem apenas pelos seus crânios maiores do que os crânios humanos. Com volume craniano 25% maior e 60% mais pesado do que o crânio humano, com uma placa parietal no lugar de duas placas de crânio. 
Os ossos parietais dos seus crânios são divididos em duas partes, enquanto que os ossos parietais humanos são divididos em quatro partes. Eles possuem o abdome proeminente e os membros inferiores e superiores mais finos. Eles não são seres emocionais. São frios, matemáticos e possuem o cérebro mais evoluído do que do homem.



Sua existência é comprovada pela arqueologia. Em Paracas, Peru, foram encontrados mais de 300 crânios alongados que datam mais de 3.000 anos. Através do exame de DNA do material encontrado em Paracas foi constatado que, a classe de DNA dessas criaturas não é humana. Suas ossadas foram encontradas também na África do Sul, linha costeira da Antártida, México e Egito.
Os Capensis ajudaram a criar o Sistema Religioso Lyraen, o Sistema que possui o molde de várias religiões existentes no mundo e formaram o Reinado Faraônico. Moisés também foi um Homo capensis. Faraó era o nome atribuído aos reis do Antigo Egito. O termo egípcio Par’oh quer dizer “casa elevada” ou “palácio real”. O Shemsu Hor menciona que os primeiros faraós tinham a cabeça alongada. O livro de Mâneton narra que os primeiros faraós vieram da terra chamada Aha-Men-Ptah, o país dos antepassados. A tradução dessa expressão é Coração Primogênito de Ptah.
Em meu livro A Conspiração Anunnaki, eu escrevi que em 2015 foram encontradas misteriosas placas metálicas no subterrâneo da Esfinge. Após a análise, foi constatado que essas placas sugerem representar uma base genética desconhecida de seres existentes no Universo. Essa base pode ser ariana, que vem do sânscrito arya, que significa nobre, criações diferenciadas que deram origem ao sistema de castas. Seria a mesma base ariana que Adolf Hitler procurou de forma obsessiva? Os livros Vedas e Rig Veda mencionam sobre essas castas muito antigas: os Brâmanes, os Xátrias, os Vaixás, os Sudras e os Dalits. Através desses protótipos, foram criados os arianos. O curioso é que, o Livro de Vedas menciona também que, violaram os códigos das castas e os roubaram.

Quem pode no passado ter roubado os códigos genéticos de formação de raças da antiguidade? E com que finalidade? Porque eles teriam escondido essas placas na pata da Esfinge? (Trecho do livro A Conspiração Anunnaki – Annabel Sampaio)

 A advogada Karen Hudes fez parte da assessoria jurídica do Banco Mundial por 21 anos, e foi demitida por ter descoberto e denunciado um grande esquema de corrupção nesse banco. Ela denunciou o esquema Homo capensis, revelando que eles são a elite financeira global, que controla o sistema financeiro mundial e que pretende dominar o mundo em breve. Karen Hudes alega que os papas usam as mitras, seus chapéus, para se assemelharem aos Homo capensis. Além de que, são os Capensis que lideram o Banco do Vaticano e o Banco Ambrosiano.  
                           Beijo no coração de todos!
 ( A continuação dessa matéria você pode encontrar em meu livro A Conspiração Anunnaki, que está sendo vendido no e-mail editora.geneve@yahoo.com.br)
        

Nenhum comentário: