Obras

Autora dos livros:

* Anunnakis, os Deuses Astronautas - Editora Madras
* A Conspiração Anunnaki - Editora De Geneve
* Ouro de Ofir - Alquimia do Antigo Egito - Editora De Geneve
* Efeito Exillis - O Segredo das Sociedades Secretas
* Mito - Livro de Poesias
* Operação Rhesus - Em busca do Elo Perdido ( Recém lançado. Maio 17)
* 2162 - O Código Secreto de Hitler

À VENDA NAS LIVRARIAS SARAIVA, AMAZON.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

PROTOCOLOS DOS SÁBIOS DE SIÃO


Há dois meses recebi um convite para lançar um livro na Bienal 2012, em Paris (França). "Metida a fazer algo inovador" (credo, não entendo porque eu vivo exigindo tanto de mim), eu decidi escrever um novo romance: "Missão Birkenau", sobre a Chancelaria Nazista e sobre a Schutzstaffel (Acreditem: minha personagem se apaixona por Mengele...não é louco isso?).
Entretanto, "Manteiga derretida que sou" eu me prosto em beijinhos de desculpas na alma de meus seguidores, pois foi esse o motivo por eu ter me ausentado por tanto tempo desse blog.

Bem ao "pé do ouvido", eu confesso: ao escrever esse novo romance eu me contorci em dores de parto. Chorei, sofri e fiquei doente, de cama por quase sete dias. ( É a tal estória que os escritor realmente incorpora o romance - por isso deveria ganhar "rios de dinheiro", hahaha). Mesmo relutante e sofrendo como se estivesse presenciando o Holocausto, eu fiz minha personagem se enveredar pelo ano de 1944, no Campo de Concentração de Auschwitz (Complexo de alojamentos), fazendo com que ela fizesse parte da equipe do médico Joseph Mengele, cooperando em várias experiências horrendas com seres humanos, principalmente, crianças judias.



Durante esse "meu tempo de casulo", eu precisei fazer pesquisas sobre o Nazismo, suas origens, seus mistérios e seus fundamentos. A personagem precisou olhar profundamente nos olhos do Führer, precisou analisar seus cacoetes e seu inexplicável controle sobre a massa populacional. Precisou também saber de segredos da Gestapo e analisar os fatos do Nazismo em vários prismas, principalmente o místico. Nessa visão mais ampliada, eu me defrontei com dados pelos quais eu não havia refletido antes e também me defrontei com dados que eu desconhecia totalmente.

Todos esses dados nos dão margem para refletir sobre o Nazismo e tentar entender um pouco desse pesadelo vivido no Holocausto. Não que algo possa justificá-lo, mas para que não sejamos tão desinformados em afirmar que Hitler era apenas um Psicopata ou ficarmos às margens de uma opinião formada sobre o assunto.

A verdade é que, mesmo inescrupuloso e criminoso, Hitler tinha argumentos "intelectuais" para justificar todas as tomadas de atitudes no Terceiro Reich. Ele possuía ambições globais apoiadas em uma lógica e o que é mais assustador: suas crenças fanáticas possuíam fundamentos que o mundo nem sequer desconfia.
É verdade que as razões que levaram Hitler a tomar certas atitudes não justificam os crimes, porém, elas são explicadas. Todavia, ele e os milhares de membros ligados a Gestapo, SS e outros órgãos Nazistas se fundamentavam em questões pelas quais a humanidade não está preparada para saber, mesmo se passando seis décadas. Só na SS, com Himmler, em 1939 já contavam 52 mil membros. É pouco provável que todos eles fossem "doidos varridos", concordam? Eu sei que existem loucos no mundo, mas tantos reunidos em uma só organização é demais! O que convenceu esse pessoal a aderir a SS?

Tentando não me estender tanto( eu nunca consegui escrever pouco...rsrs Êta Mulher pra tagarelar!), vou dar uma ligeira pincelada em assuntos que me chamaram atenção. Todavia, outro dia volto a "conversar mais um pouco" sobre o assunto Nazismo e os Protocolos de Sião, ok?

Bem...Começarei a falar sobre Maria Orsic ou Orschitsch, uma médiun que se tornou líder do Vril Gesellschaft. Essa mulher foi uma ativista do Movimento Nacional Alemão, cujo maior objetivo era anexar a Áustria ao Reich Alemão. Essa mulher era uma das orientadoras de Adolf Hitler.

Maria Orsic alegou ter recebido mediúnica-místicamente transmissões em Templário script secreto - uma língua semelhante ao Antigo Summerian, a língua da Antiga Babilônia. Essas orientações dos scripts passados mediunicamente para Maria Orsic continham dados técnicos necessários para a construção de máquinas movidas à Energia Vril, além de outras tecnologias vindas das estrelas.

Documentos do Vril mencionam que estas mensagens telepáticas tiveram sua origem em Aldebaran, um sistema solar, 68 anos-luz de distância na constelação Taurus, enviadas por uma raça humanóide denominada Sumi. Todas essas orientações fundamentaram a Sociedade Thule que foi integrada em 1924 por Rudolf Hess, Maria Orsic, Hugo Winckler, Peter Jensen, Friedrich Delitzsch e outros.
Hitler sempre foi amparado pelas previsões de Maria Orsic e se tornou afoito pelo ocultismo revelado pelos Antigos Mistérios. Por isso, ele enviou várias expedições ao Tibete e ao Castelo de Montsegur, na França em busca de objetos sagrados. Existem evidências que Hitler tenha enviado ao Brasil algumas expedições para a Amazônia.
(O que será que tem na Amazônia, hein? Uma passagem secreta para o reino subterrâneo?) Existem bibliografias que narram a existência de tribos indígenas com estereótipos alemães – loiros de olhos claros.



Os mesmos ensinamentos misteriosos recebidos mediunicamente por Maria Orsic foram adotados em passado bem longínquo pelos Cavaleiros Templários e pelos membros do Priorado de Sião. Esses ensinamentos existentes desde a época do Rei Salomão veio a se formar uma elite cultural formada pelos INICIADOS, que adotaram os ensinamentos sobre os Antigos Mistérios, propagando de geração em geração. Será que Adolf Hitler era um iniciado nesses mistérios?

Os aspectos políticos desses mistérios são declarados em um documento intitulado PROTOCOLOS DOS SÁBIOS DE SIÃO. Esse documento fala sobre uma conspiração política que pretende dominar o mundo ( Nova Ordem Mundial?). E foi apoiado em uma base antissemita, que Hitler usou esse Protocolo para justificar a necessidade do extermínio de judeus, alegando que o mundo seria dominado pelos judeus. "Um rei da linhagem sanguínea de Sião, da raiz dinástica de Davi seria o dominador do mundo".

A utilização dos Protocolos por Hitler pode ser vista nesta tradução do Mein Kampf (1925-1926), capítulo XI, Nação e Raça:
… até que ponto toda a existência desse povo é baseada em uma mentira continuada incomparavelmente exposta nos Protocolos dos Sábios de Sião, tão infinitamente odiado pelos judeus. Eles são baseados num documento forjado, como clama o jornal Frankfurter Zeitung toda semana: é a melhor prova de que eles são autênticos. O que muitos judeus fazem inconscientemente, aqui é exposto de forma consciente. E é isso o que importa. É completamente indiferente de qual cérebro judeu essa revelação se originou; o importante é que, com uma certeza positiva e terrível, eles revelam a natureza do povo judeu e expõem seus contextos internos bem como seus objetivos finais. Todavia, a melhor crítica aplicada a eles é a realidade. Qualquer um que examine o desenvolvimento histórico dos últimos 100 anos, do ponto de vista deste livro, vai entender de uma vez os gritos da imprensa judaica. Agora que este livro se tornou uma propriedade do povo, a ameaça judaica é considerada como interrompida (pgs 307-308)"

Outra evidência sobre os Protocolos dos Sábios de Sião está no Manuscrito Copiale Cipher que parece saído de um Reino mágico. Esses manuscritos com 105 páginas verdes e douradas escritas à mão, contém 75.000 caracteres, entre letras romanas, gregas e símbolos desconhecidos. Esses Manuscritos foram encontrados em uma biblioteca da antiga Alemanha Oriental, depois da queda do muro de Berlim. Tudo indica que ele foi escrito entre 1760 e 1780. Mesmo eles não terem sido ainda totalmente decifrados, eles revelam questões místicas do Nazismo, mistérios ainda desconhecidos pela humanidade.

O fato é que alguma assustadora verdade está sendo ocultada e algo sobre a Inquisição judeu-sionista não demora muito para "surgir bombasticamente". Essa revelação supreenderá o mundo. Afinal, ainda existe o obscurantismo sobre os reais motivos que provocaram o Holocausto ( um mito?). Fatos gritantes que o Tribunal de Nuremberg não foi capaz de calar nas tumbas que ainda sangram pelos horrores Nazistas.

Continua na próxima postagem...

Nenhum comentário: