Obras

Autora dos livros:

* Anunnakis, os Deuses Astronautas - Editora Madras
* A Conspiração Anunnaki - Editora De Geneve
* Ouro de Ofir - Alquimia do Antigo Egito - Editora De Geneve
* Efeito Exillis - O Segredo das Sociedades Secretas
* Mito - Livro de Poesias
* Operação Rhesus - Em busca do Elo Perdido ( Recém lançado. Maio 17)
* 2162 - O Código Secreto de Hitler

À VENDA NAS LIVRARIAS SARAIVA, AMAZON.

domingo, 26 de junho de 2011

QUAL É O SEGREDO DA CONSTRUÇÃO DAS GRANDES PIRÂMIDES DO EGITO?


Um dos grandes mistérios da antiguidade é como foram construídas as Pirâmides do Egito. 
Afinal, como os antigos faraós conseguiram fazer tantos mega-monumentos? Como os antigos egípcios conseguiram levantar pedras pesando toneladas e colocá-las nas alturas sem a ajuda de maquinários?
Além disso, a técnica de construção utilizada por eles possui alguns detalhes no mínimo intrigantes: as pedras foram cortadas com precisão de cortes, agrupamentos e alinhamentos.

Sem dúvida que, a construção das Grandes Pirâmides do Egito, das Ruinas de Tiahuanaco na Bolívia, Ollantaytambo e Sacsayhuyaman nos Andes Peruanos consiste em um grande mistério para a humanidade.

Em todas essas construções, as pedras foram transportadas de 300 quilômetros de distância para serem utilizadas. Além disso, os blocos de pedras eram cortados com precisão, moldados e erguidos a 146 metros de altura, como foi na construção da Pirâmide de Gizé. Na construção da Pirâmide de Gizé foram utilizados dois milhões de blocos pesando toneladas. Se utilizássemos toda a nossa tecnologia, pela qual consideramos avançada, quanto tempo gastaríamos para construir a Pirâmide de Gizé? 
Atualmente, a nossa engenharia conseguiria construí-la com a mesma precisão matemática?



A arqueologia contemporânea até hoje não encontrou maquinários ou ferramentas deixadas pelos faraós que pudessem explicar essas complexas construções. Exceto uma pequena cunha de pedra que foi encontrada nas proximidades das Grandes Pirâmides e que, por se tratar de uma modesta ferramenta, não se pode justificar a complexidade que foram construídos esses monumentos. Nenhuma ossada justificando acidente de trabalho foi encontrada dentro das câmaras das Grandes Pirâmides, portanto, não há indícios de acidentes de trabalho durante as construções das mesmas.



O segredo para essa façanha na antiguidade foi revelado em meu livro O SEGREDO DAS SOCIEDADES SECRETAS. Saliento que, não existe essa teoria em nenhum outro livro ou pesquisa científica.(Portanto, está sob garantia da lei dos direitos autorais em meu nome e no nome de minha editora Eskalab.) Não me importo que o material seja utilizado em outros blogs, como têm sido, porém, por favor, coloque os créditos devidos para mim. 

O segredo consiste na construção dos grandes monumentos através da Técnica dos Grandes construtores do Egito que usavam o Ouro Monoatômico como meio para transportar, cortar e elevar grandes blocos de pedra à altura. O Ouro Monoatômico possui o efeito de levitação e essa pedra foi citada em Êxodo 28:30, como Urim e Turim. Arqueologicamente, o Ouro Monoatômico é conhecido desde 1889, quando Sir. Flinderrs Petrie demonstrou que o minério era encontrado há 15 mil anos a.C. O ouro branco ou pó de Mfktz foi também citado nas tradições primitivas como na pré-Colombiana, onde o Grão-Sacerdote Quetzalcoath obtinha a potência das estrelas através de uma Pedra Mágica, a Lapis exillis, de onde derivou o nome do meu livro Efeito Exillis. ( Nome que eu dei pelo efeito dessa Pedra).

O Ouro Monoatômico ou pó branco de ouro, ou Pó de Mfkzt produzia o Maná citado várias vezes no Antigo Testamento. A construção utilizando esse minério consiste na sabedoria alquímica das Antigas Escolas Egípcias, que era também o processo miraculoso de adquirir a Nova Consciência através do preparado com o Pó de Projeção, que transmutava a ignorância fundamental humana em lingote de ouro espiritual. Esse preparado era ingerido pelos antigos faraós para que eles adquirissem a Sabedoria.



Rei Salomão possuía o Ouro Monoatômico, a Pedra Schthiya ou Pedra de Fundação. Ele a utilizou como dispositivo de levitação no Sanctum Sanctorum, no Templo de Jerusalém, para capacitar a Arca da Aliança a permanecer levitando cerca de três dedos de distância do chão.

Essa pedra excede em peso igual quantidade de ouro, embora, mesmo uma pena pudesse inclinar a balança mais leve que ela. ( Wolfram von Eschenbach)
As propriedades dessa Pedra encontram-se em meu livro Efeito Exillis. As suas propriedades de levitação são graças a presença de um Elemento de Transição ( Tabela Periódica), chamado Irídio, que proporciona o efeito de levitação pelo peso inferior a zero adquirido através do aquecimento e do resfriamento contínuo do minério. Assim, o seu peso subirá e cairá centenas de vezes ficando 56% menor do que era antes. O resto do pó branco será transmutado para outra dimensão além do plano físico, ou seja, o Plano de Órbita de luz que os antigos denominavam Plano Shar-on ou Campo de Mfkzt.
Esse produto possui excelente capacidade de supercondutibilidade. Dessa forma, o seu peso negativo encostado em um recipiente ou em uma pedra pesando toneladas poderá adquirir o mesmo peso. Assim, as pedras pesando toneladas puderam ser elevadas à altura sem o auxílio de máquinas ou guindastes.
Lembrando que, as substâncias monoatômicas são supercondutoras de energia em temperatura ambiente e possuem propriedades anti-gravitacionais.

Havia duas espécies de pedra de tal virtude que uma delas nunca queimaria, e essa pedra é a Marbyll e a outra não afundaria na água, chamada Latres. E será escrito toda a ciência continda nelas. Code Manuscript.

É esse o Segredo das Construções das Pirâmides do Egito e outras grandes construções as quais, o homem contemporâneo não consegue explicar e nem entender.
Existe o Ouro Monoatômico em nossos dias. Ele foi patenteado pela IBM, em 1988, com o nome de ORMES- Orbitally-Rearranged Monatomic Elements. Eu tenho uma longa história para narrar sobre a descoberta desse elemento. Porém, ficará para a próxima postagem. Estou evitando deixar minhas postagens muito longas...rs
O ORMES tem sido utilizado na construção e manutenção dos Trens de Maglev (Magnetic levitation transport, que levitam sobre os trilhos, tão utilizados na Europa.



O Ouro Monoatômico também possui outras propriedades, podendo ser perfeitamente assimilado pelo corpo humano. Ele pode provocar uma série de mudanças benéficas no organismo como ter a necessidade diminuída de oxigênio, aumento da elasticidade muscular, revitalização celular( Segredo para o rejuvenescimento e vida longa), eliminação de tumores, etc. No Antigo Egito era considerado o pão da vida, a Dádiva dos Deuses, a transmutação da Pedra Filosofal que só poderia ser feito pelos Sacerdotes.
Além de todas essas miraculosas propriedades, esse composto químico pode proporcionar aos cientistas a matéria exótica capaz de concretizar a viagem no Tempo, por ter a condição de formar artificialmente o Buraco de Minhoca ou Stargate.

Moisés conduziu seu povo pelo deserto durante 40 anos, alimentando-os esclusivamente pelo Maná. O Maná era produzido com o Ouro Monoatômico através da Máquina de Maná, que era beneficiado pelo ar úmido, misturado com algas verdes e traatado com a energia provinda de um reator nuclear pequeno. Essa máquina foi citada no Descrito de Zohar.
Mais informações, leiam em meu livro que pode ser adquirido nas livrarias Cultura ou pelo pedido através de meu e-mail anabel.sampaio@bol.com.br

Grande abraço a todos!

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Onde habita a sua alma?



Em que lugar de nossos corpos nos situamos com maior intensidade?
Quando tento encontrar através dos olhos da mente onde eu mais me sinto Annabel, eu me encontro entre as minhas sobrancelhas, em meu Terceiro Olho
É nesse lugar que encontro a Annabel sujeito, o limiar da minha mente inferior (esfera mental) e o corredor que dá acesso ao meu Eu superior. Trancafiadas em minha mente inferior estão as minhas preocupações, ansiedades, cansaço, alegrias e todas as minhas emoções, fazendo de mim, uma prisioneira da vida.

Na posição deitada, o terceiro olho constitui o centro geométrico de uma pirâmide, onde a Glândula Pineal se posiciona no centro e os lóbulos de nossos ouvidos fechando em um triângulo Tetraedro. Lembrando que, os lóbulos de nossos ouvidos possuem a mesma inclinação das Pirâmides do Egito, ou seja, 52 graus. Nesse triângulo situa a nossa Matrix.


(Todas as ilustrações são do fantástico pintor Escher)
Nosso corpo foi projetado para que fossemos melhores do que temos sido. Os tímpanos de nossos ouvidos estão posicionados em um determinado ângulo no qual proporciona uma forma de audição em 3D. É esse motivo pelo qual eu me encontro entre as minhas sobrancelhas. Esse contexto explica o Olho que Tudo vê da nota de um dólar. Na nota de um dólar há duas pirâmides. Uma grande pirâmide feita de tijolos e outra mais acima com um olho dentro. A pirâmide de maior indica o materialismo e a pirâmide de cima representa o Portal Astral ou a Glândula Pineal.



A percepção “entre as sobrancelhas” é devida à inervação simpática dos gânglios cervicais superiores e dos gânglios esfenopalatinos e óticos que estão interligados a uma pequena e atrofiada glândula endócrina, a Glândula Pineal. Ela se localiza entre os nossos dois hemisférios cerebrais e poderia ser o terceiro hemisfério de nossos cérebros se não estivesse cada vez mais atrofiada. Todavia, ela tem um formato de um apêndice pequeno, consistindo em uma pequena glândula onde nossa alma habita e suas ramificações desembocam diretamente em nosso terceiro olho. O desenvolvimento da intuição e da percepção extrasensorial está intimamente ligado ao tamanho e a complexidade da Glândula Pineal. A tendência da nossa é se atrofiar cada vez mais.

No século XVII, René Descartes, caracterizou essa glândula como o lugar onde habita a alma humana. David Wilcok, concluiu que essa glândula está coberta de cones de luz (Cristais de Apatita), exatamente como a retina, por isso foi considerado o Olho da Mente. E tem a forma de uma pinha. Vejam a simbologia da "Pinha" no bastão do papa e na escultura abaixo:



Em um passado remoto sofremos uma alteração genética determinante e proposital para que nossa pequena glândula endócrina se tornasse atrofiada, diminuindo a nossa capacidade de percepção. Essa glândula é um dos órgãos onde se concentra maior fluxo de sangue do nosso corpo e conseqüentemente, onde se concentra maior energia. É na Glândula Pineal que se encontra um escudo ou barreira de proteção para ondas eletromagnéticas vinda do exterior (ondas de celulares, ondas de rádio, etc). Além de ser a nossa referência Tempo-espaço em 3D. Um estímulo como a Energia Kundalini pode abrir a consciência do Tempo-espaço 4D. É essa glândula que nos faz sonhar quando dormimos, constituindo a nossa porta de saída para o mundo universal.
Quando fechamos os olhos ou estamos em local escuro, essa glândula secreta a Melatonina. A ausência da Melatonina que tem provocado o MAL DO SÉCULO, o estresse. Isso indica o quanto as Glândulas Pineais andam molestadas (doentes), concordam?

O ser humano foi atacado em seu ponto mais vulnerável: a glândula Pineal. E continuamos sendo atacados todos os dias por bombardeios químicos, eletromagnéticos e todo o infortúnio de ataques pelos quais, não temos consciência.
Nosso ponto vulnerável continua sendo atacado através de elaboração de leis que acrescentam flúor e outros compostos químicos em nossas águas e inserem venenos em nossas plantações, aspartame, fast food, ondas de rádio, vacinas, etc.
Flúor é uma Toxina Oxidante, que oxida as células do cérebro, destrói e suprime o pensamento. A primeira vez que se usou Flúor na água foi nos campos de concentração dos Nazistas com a finalidade de manter os judeus submissos.

(ESCHER)

A Glândula Pineal calcificada mantém o terceiro olho fechado. Esse é o sinal da besta. Quando Apocalipse menciona que receberemos o sinal da besta em nossa testa é exatamente o atrofiamento de nosso terceiro olho. Em consequência, a cegueira total e absoluta de nossas percepções, o trancafiar da porta Matrix . Todavia, ficam as questões: quem está manipulando a mente humana através do tempo? Que inércia estúpida é essa em que se encontra o homem, que não percebe o quanto tem sido molestado?

(Escher!)

quinta-feira, 9 de junho de 2011

AS ALGEMAS DO TEMPO - POEMA DE MINHA AUTORIA


Com esse poema de minha autoria eu recebi MEDALHA DE PRATA essa semana na Exposição de Literatura e Artes Visuais no II Salão de Artes Plásticas ABD do Museu Histórico do Exército (Forte Copacabana – Posto 6). Com esse mesmo poema estou participando também em uma Antologia em Genebra, na Alemanha e na França.
As algemas do Tempo

Quem trancafiou a mente humana, se o universo é amplo, cognitivo e livre?
O homem se encontra encarcerado em seu cérebro, acorrentado pelas algemas do tempo que se trancam pelo lado de fora da vida.

Lá se encontra aquele que sonda os pecados do mundo, que faz da mente da humanidade uma vigília permanente e controlável.
Quem é você, que fica a zombar do tempo calculado pelo calendário dos homens?
Você que tem a plenitude da vida e trabalha no atalho da alma.
Que não está isento de culpa e tem o corpo vestido de morte.

A percepção humana é como folha de papel que se rasga em passado, presente e futuro.
Se o homem se despir da ilusão do tempo, ele será expulso com o seu retalho de vida.
Se existir o Caos, o homem escapará, por alguns segundos, da prisão da mente.
Como uma borboleta errante, ele baterá asas e voará até o futuro, trazendo o déjàvu.

Se ele receber o sopro na alma, ele desvencilhará das algemas do tempo.
Um suspiro lhe escapará do peito e num breve aceno,
Vestido de nascimento...
Ele passará pela porta da morte.
Annabel Sampaio

quarta-feira, 8 de junho de 2011

NASA TENTA DECODIFICAR CÓDIGO ENVIADO POR INTELIGÊNCIA EXTRATERRESTRE


Por que uma inteligência extraterrestre enviaria uma mensagem para a Terra?
Um aviso? Um mero contato? A impossibilidade de vir até a Terra? Não seria um caso de necessidade extrema de contato que fez com que essa inteligência enviasse a mensagem codificada? Por que só agora a NASA está divulgando essa informação?

Especialistas da NASA afirmam ter interceptado uma mensagem intergaláctica de uma civilização extraterrestre vinda de fora do Sistema Solar. As mensagens foram captados através de Sputnik. As informações que encontrei são esparsas, porém, são confiáveis. Eu não sei das respostas que eu fiz acima, porém, estou muito interessada em descobrir.
O site que fala sobre o recebimento do código extraterrestre é o abaixo:
http://apod.nasa.gov/apod/ap110206.html

Algumas informações adicionais estão disponíveis neste link:
http://www.ufodigest.com/article/off...-kevin-w-smith
Aqui está o documento: http://www.nsa.gov/public_info/_file...t_messages.pdf
NSA homepage: http://www.nsa.gov/
http://www.nsa.gov/public_info/declass/ufo/index.shtml Responder entre aspas

Em 1998, a NASA recebeu uma mensagem inteligente codificada por caracteres matemáticos vindos de fora do Sistema Solar. Entretanto, só agora, a NASA começou a decifrar tais códigos e dar indícios de divulgação de tais mensagens à humanidade. O código recebido possui coerência e talvez já tenha sido desvendado na íntegra. Será que a NASA está preparando a humanidade para alguma revelação bombástica?

As mensagens consistem em séries lógicas. Desde o ano passado, a NASA tem ameaçado oficializar a notícia, porém, não sei o motivo, ela tem desistido de fazê-la. Lembro-me bem que, no dia 2 de dezembro de 2010, os jornais noticiaram que a NASA faria uma revelação bombástica às 17 horas, horário de Brasília, sobre uma descoberta científica ligada à vida extraterrestre. Porém, fiquei decepcionada e curiosa, pois percebi que ela parecia se arrepender de fazê-la como havia noticiado quando a Nasa a NASA divulgou uma descoberta em astrobiologia com consequências para a pesquisa de provas da existência de vida extraterrestre. A coletiva aconteceu em Washington e teve transmitissão ao vivo pela NASA TV e pelo site da agência. Eu percebi que ela havia mudado de idéia sobre a divulgação da notícia bombástica, e, para disfarçar, resolveu divulgar sobre a bactéria.

Um artigo encontrado no lote 7 dos arquivos nacionais do Weekly News, em 17/09/1998, Vol.19, N51, narrou como foi detectado o sinal e foi elaborada uma argumentação sobre o possível significado do mesmo. Dr. Campaigne apresentou a série de 29 códigos decifráveis que a NASA recebeu da Inteligência Extraterrestre Extraterrestrial Intelligence. Essa notícia foi publicada NSA Technical Journal, volume XI,número 2, na página sobre Mathematic and Engeneering Issue of the Journal. Fica impossível colocá-lo na íntegra, desde que os códigos são longos. Porém, a íntegra da mensagem se encontra no site abaixo.

http://www.nsa.gov/public_info/_files/ufo/key_to_et_messages.pdf

sábado, 4 de junho de 2011

AMOSTRA DA TECNOLOGIA EXTRATERRESTRE

(FOTO DE HAUNEBU III, 1945)
Vocês têm idéia do tipo de armas que foram utilizadas pelos Nazistas na Primeira e na Segunda Guerra Mundial?
Pois é...O poder bélico dos Nazistas foi adquirido através do pacto "Alemães Nazis- Iluminatti", estabelecido com raças Serpentes, em 1920. São noventa anos de conhecimentos tecnológicos altamente evoluídos que eu duvido que tenha sido embargado e desconsiderado.

A verdade é que, as grandes potências mundiais conhecem a força anti-gravitacional, equações que excedem a Equação de Lorentz e outras tecnologias. Tudo isso já existe há pelo menos 90 anos. A explicação para toda essa evolução é que existe uma raça tutora que coopera secretamente com alguns cientistas mundiais proporcionando conceitos avançados de um progresso tecnológico, filosófico e cultural que não chegam até nós. A prova disso?

A nave acima é uma das mais antigas dos EUA. Possui tecnologia de Engenharia Reversa e é um Stealth, o avião invisível dos EUA. Através do uso do MHP, ela ioniza o ar à sua volta criando efeitos eletromagnéticos desastrosos para o cérebro humano.

Porém, já foi desenvolvido no final dos anos oitenta, algo mais moderno(mais?) Trata-se da nave triangular TR3B, que possui Magnetic Flux Field Dirruptor (MFD), um sistema anti-gravitacional. Essa nave consiste em uma cápsula de um metro de diâmetro, com mercúrio e bário pressurizados a cerca de 70.000 bars e uma potente bobina de Tesla ao redor da cápsula. Este sistema é alimentado por um sistema elétrico nuclear. Possui 3 motores localizados em cada vértice do triângulo, emitindo raios infra-vermelhos em suas pontas. O pulso elétrico da bobina faz misturar os metais líquidos no interior da cápsula metálica, passando a girar em uma velocidade incrível, produzindo uma distorção eletromagnética ao seu redor, sintonizada na freqüência inversa da gravidade da Terra.
(NAVE TR3B)
Essa nave chega a atingir uma velocidade superior a Mach 5, ou seja, cinco vezes superior a velocidade do som, voando a altitudes de 120.000 pés, a mais de 3.300 milhas por hora. Possui 162 metros de comprimento e tem uma envergadura de 98 pés, ficando envergado há dez metros do chão. Ela possui sistema inteligente de coleta de imagens, de sons e de qualquer outro sistema eletrônico. É imperceptível, pode invadir qualquer espaço aéreo sem ser notado, estacionar no ar por tempo indeterminado e tem múltiplas funções inacreditáveis. Carrega sensores multi-espectrais como radar, laser e infravermelho. O formato triangular da TR-3B desliza pela atmosfera em velocidades do som e com manobras na atmosfera terrestre e na física convencional até então julgadas impossíveis.

Se essa tecnologia que eu exponho aqui não é extraterrestre, onde ela está sendo utilizada hoje em dia? Porque não veio até hoje ao conhecimento da tecnologia-público? Para que esconderem de nós essa tecnologia? Há algo estranho em tudo isso.
Por que é que continuamos utilizamos nossas aeronaves de latas, com duas asas ridículas, com a mesma aerodinâmica utilizada há trocentos anos? Nossa tecnologia é retrógada? Que disparate é esse?

PEDIDO URGENTE: COMPANHIAS AÉREAS, POR FAVOR, ATUALIZEM SUAS AERONAVES!O QUE ACHAM DE UMA TR3B? PODE SER TECNOLOGIA STEALTH TAMBÉM!

Aeronaves Stealth
São aeronaves que utilizam a tecnologia stealth para interferir na detecção de radares, bem como outras aeronaves convencionais. Foi desenvolvida na Alemanha durante a segunda Guerra Mundial e pelos Estados Unidos da América a partir do ano de 1981; incluem os aviões stealth:
F-117 Nighthawk (1.981-2008), o B-2 Spirit Stealth Bomber ,F- 22 Raptor e os F-35 Lightning II.
A tecnologia nazista já estava décadas à frente de nosso tempo com sua Asa Voadora- VC Horton, desenvolvida em 1945 e com o Flying Wing para bombardeios invisíveis, copiado pelos EUA mais tarde.
Os Nazistas desenvolveram nessa época as energias alternativas por meios de gaseificação de carvão, combustíveis de álcool de cereais e sistemas avançados de turbinas de oxigênio líquido e de reação total, AIP (Air Independent Propulsion), motores e mesmo EMG (Electro-Magnetic-gravitacional) motores.
Obtendo sucesso em suas pesquisas, eles conseguiram desenvolver em 1939 um eletro-magnético-gravitacional. Consiste em um tipo de motor revolucionário que melhorou a máquina de energia Hans em um Konverter - energia acoplada a um Graaf, com banda gerador de Van e dínamo vórtice Marconi (um tanque esférico de mercúrio).

A finalidade era criar poderosos rotativos campos eletromagnéticos que afeta a gravidade e reduz a massa. Foi designado o Triebwerk Thule (Thrustwork, a.ka. taquiador 7-drive) para ser instalado em um disco concebido Thule. Desde 1935, testavam naves com energia Vril no noroeste da Alemanha, em um lugar que ficou conhecido como Hauneburg. Em 1939, o nome da nave Vril foi encurtada para Haunebu, abreviadamente designado RFZ-5, juntamente se referindo a todas as máquinas do Vril.

Essas máquinas evoluíram muito, elas possuíam 25 metros de diâmetro e poderiam alcançar a velocidade inicial de 4.800 km / h, em baixa altitude. Suas armaduras para resistir ao impacto da velocidade eram feitos por um material denominado Victalen. O Haunebu I voou pela primeira vez em 1930 e foram realizados 52 vôos testes com ele. Os primeiros modelos foram os gêmeos de 60 milímetros KraftStrahlKanone (KSK).
HAUNEBU
(Gerät-H, HAUNEBURG DEVICE)(1939-1945) Thule Triebwerk, taquiador aka 7

Em 1944, foi desenvolvido o Haunebu II com 26 metros de diâmetro. Este disco podia alcançar vôo supersônico de entre 6,000-21,000 km / h com uma autonomia de vôo de 55 horas. Outras naves movidas a Energia Vril eram Do-Stra. Devido ao impacto eles precisavam ter de blindagem dois cascos de Victalen.

Sete dessas embarcações foram construídas e testadas entre 1943-44. A última nave fez 106 vôos de teste. Haunebu II Do-Stra era uma nave perfeita que era tripuladas por 20 homens, com capacidade de velocidade hipersônica além de 21.000 k,/h.

Em 1945 surgiu Haunebu III, com velocidade entre 7000 a 40.000 km/h, possuía um casco Victalen triplo. Algumas naves Haunebu chegaram a medir até 120 metros de diâmetro. O Haunebu IV foi construído antes do final da guerra e muitas naves foram avistadas na Alemanha, em 1970. Acredita-se que os Haunebu foram levados para a Antártida, na Base 211.

Continua em meu livro...Abraços com carinho a todos. Apenas uma amostra, meus queridos! Annabel Sampaio