Obras

Autora dos livros:

* Anunnakis, os Deuses Astronautas - Editora Madras
* A Conspiração Anunnaki - Editora De Geneve
* Ouro de Ofir - Alquimia do Antigo Egito - Editora De Geneve
* Efeito Exillis - O Segredo das Sociedades Secretas
* Mito - Livro de Poesias
* Operação Rhesus - Em busca do Elo Perdido ( Recém lançado. Maio 17)
* 2162 - O Código Secreto de Hitler

À VENDA NAS LIVRARIAS SARAIVA, AMAZON.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

COMO FORAM CONSTRUÍDAS AS PIRÂMIDES DO EGITO?


Entre os monumentos do Egito Faraônico, os mais instigantes são as Pirâmides, que ocupam a primeira posição das sete maravilhas do mundo antigo. As Pirâmides estão localizadas no Planalto de Gizé, na margem esquerda do Nilo, na antiga necrópole da cidade de Mênfis e atualmente integra o Cairo, no Egito.

A Grande Pirâmide foi construída em 2550 a.C, no auge do antigo reinado do Egito. Foi considerada a estrutura mais alta do mundo até a construção da Torre Eifel, em 1889 e pela construção da Torre da Catedral de Beauvais, que embora terminada em 1569,desmoronou-se.

Possui 160 metros de altura, altura equivalente a 49 andares e aproximadamente 2,3 milhões de blocos de rocha, cada um pesando em média 2,5 toneladas perfeitamente encaixados uns nos outros sem auxílio de nenhum tipo de cimento para fixá-los uns nos outros. Comparando em largura, ocuparia sete quarteirões de uma rua. Todos os seus lados possuem exatidão em centímetros, ou seja, são perfeitamente iguais, provando o avanço dos egípcios na matemática e na arquitetura. Além de que, todas as pirâmides foram construídas na margem oeste do Nilo, na direção do sol poente.

Todas as Pirâmides possuem mais ou menos as mesmas complexas estruturas arquitetônicas, incluindo um templo, uma rampa, um templo funerário, valas e hieróglifos inscritos nas paredes. Porém, a Grande Pirâmide difere das outras, não contém nenhum tipo de inscrição ou hieróglifos e suas câmaras são feitas em sua grande maioria, de granito vermelho. Como os egípcios puderam transportar o granito se esse só era encontrado há 900 quilômetros de distância do Gizé?

Imagine a dificuldade em construir uma Pirâmide de aproximadamente 49 andares, com cerca de doze metros a leste do ponto central de sua face norte, de modo que seus corredores ou labirintos sejam construídos em declives paralelos, como se fossem chaminés inclinados? Esses corredores inclinados foram construídos descendo pela estrutura da pirâmide até se tornarem horizontais, desembocando no centro do monumento. Ou seja, uma construção que exigiu alta capacitação. Dá para imaginar uma construção tão complexa como essa sendo realizada na antiguidade?

Desde o século XIX, egiptólogos têm procurado por ferramentas que poderiam ter contribuído para a construção das Pirâmides. Entretanto, ficam cada vez mais chocados em não encontrar nada que seja digno de uma majestosa construção como essas. Esse enigma infelizmente ainda não foi decifrado, nem tão pouco os egípcios deixaram alguma indicação de como ergueram esses enormes monumentos. Especula-se que esses cortes nas pedras só poderiam ter sido feitos com o auxílio de aço ou diamante, porém naquela época não existia aço, nem tão pouco diamante. Outras possibilidades seriam o basalto ou granito para cortar as peças. Entre os achados egípcios só foi encontrado uma pequena broca tubular feita de granito, nenhuma outra ferramenta mais complexa.

A minha opinião sobre as construções dessas Pirâmides é muito pessoal. Não sou especialista e nem entendida em nada, tão pouco a dona da verdade. Porém, tenho um palpite sobre o segredo dessas Construções.
Enfatizo que o meu palpite eu não o encontrei em nenhuma bibliografia pesquisada. Por isso, essa opinião é pessoal e intransferível, inclusive consta em meu livro O Segredo das Sociedades Secretas.
Essa conclusão foi resultado de um apanhado de textos Mesopotâmicos e através de uma coligação entre as informações colhidas. Foi a resposta que encontrei, desde que sou curiosa e "questionadora" em relação a tudo. Estou dividindo essa conclusão com vocês, porém, quero enfatizar que não sou conhecedora da Física Quântica, por isso, não conseguirei expressar da maneira que eu gostaria, tão pouco conseguirei ser convincente; usarei termos da física nos quais eu não estou familiarizada, pois não sou profissional dessa "apaixonannnnnnnnte" física. (Sempre tirei notas baixas em física!! hahaha!! rs. Hoje eu amo tudo isso!! )

As respostas das especulações citadas abaixo são:
1) Como as Pirâmides foram construídas?
2) Para que finalidade foram construídas?

Como foram construídas as Pirâmides do Egito:

As Pirâmides do Egito foram construídas através de um raro minério que em um passado longínquo foi encontrado em abundância na Terra; atualmente esse minério encontra-se quase em extinção. Esse minério consiste no ouro esbranquiçado que no passado era a chave do O Segredo das Grandes Construções do Egito, que eram realizados apenas pelos artesãos do Templo, os possuídores dos Segredos de Pilares. Através desse minério com propriedades misteriosas, os Mestres Pedreiros introduziam a GEOMETRIA SAGRADA nas construções das Grandes obras. Esses mestres de obras eram os guardiões dos Segredos Reais e possuíam o poder da Ciência da Construção.

"Quando postas em balança a Pedra do Paraíso pode exceder em peso a sua quantidade em ouro, mas quando é convertida em pó, mesmo uma pena inclinará a balança contra ela". Textos Alexandrinos.

Denominei em meu primeiro livro Efeito Exillis, o nome de Pedra Exillis, como o minério que era abundantemente encontrado na Terra na antiguidade. Essa Pedra Exillis é rica em Iridio, um elemento de transição da Tabela Periódica com alto spin, ou seja, ao redor de seu núcleo tem um grande número de blindagem positiva, possibilitando que os elétrons giram mais afastados de seu núcleo, embora todos na mesma direção.
Quando esses elétrons estão perfeitamente correlacionados eles convergem em luz branca e se desfragmentam, transformando-se em pó Monoatômico branco, o Maná conhecido nos textos judeus de Zohar, textos Mesopotâmicos e trechos Bíblicos.
Em contínuas seqüências de aquecimento e resfriamento, seu peso subirá e cairá centenas de vezes e seu peso ficará 56% menor do que era antes. Porém, o que acontecerá com o resto do peso desse pó branco?

Ele será transmutado para outra dimensão além do plano físico, ou seja, o plano de órbita de luz que os antigos chamavam de "Plano Shar-on" ou "Campo de Mfkzt". Entretanto, esse pó possui a capacidade de supercondutibilidade, dessa forma o seu peso negativo pode ser transferido para qualquer recipiente que os contém.

Isso quer dizer que, o peso do pó Monoatômico pode se tornar negativo e por isso é capaz de levitar. Como é um excelente condutor, ele passa o peso inferior para o vasilhame em que ele se encontra, fazendo com que tudo que encoste no vasilhame venha a levitar também, ou seja, transmitindo o mesmo peso através de sua excelente capacidade de condutibilidade ao objeto que está encostado no recipiente.

Assim, uma pedra pesando toneladas encostada em um recipiente contendo o pó monoatômico com peso menor que zero, faz com que essa pedra adquira o mesmo peso e levite também. Dessa forma, as pedras pesando toneladas puderam ser erguidas à altura sem o auxílio de máquinas.

Além disso, o ouro monoatômico é capaz de cortar precisamente blocos de pedra e moldá-los perfeitamente fazendo um trabalho que só mesmo uma habilidade tecnológica incrível seria capaz de fazer. Essa precisão do corte das pedras é encontrada não apenas nas Pirâmides do Egito, bem como em Tiwanacu. Existem em Puma-Punku, entre Peru e a Bolívia, câmaras com encrustamento em chapas de ouro. Essas moradias consistem em rochas enormes escavadas de forma precisa e levadas até o local.
Nesse meu contexto, o Segredo das Grandes Construções do Egito consistia na utilização desse minério para cortar milimetricamente todas as pedras em tamanhos perfeitamente iguais, além do transporte de pedras pesando toneladas para quilômetros de distância de seu destino.

Encontrei alguns trechos em Textos Mesopotâmicos bastante sugestivos: "Após o Dilúvio, os sobreviventes ficaram procurando por toda a parte, pessoas conhecedoras do Segredo Real das Construções para que fosse reconstruído tudo que as águas destruíram".

Outros textos que encontrei foram sobre A Arca da Aliança. Essa continha um dispositivo que a fazia levitar dois dedos do chão. Esse dispositivo era o pó Monoatômico. Também encontrei textos que narram sobre os efeitos quando os homens se aproximavam da Arca da Aliança: queda de cabelo e unhas, até mesmo queimaduras. Acredita-se que esse minério era tão forte na época da Arca que provocava incidentes em quem não era autorizado a manipulá-lo, ou não possuía instruções para fazê-lo.

Em 1988, esse minério foi encontrado na fazenda de David Hudson, nos EUA. E foi patenteado pelo Laboratório de Pesquisas da IBM, em Zurique, como ORMES - Orbitally Rearranged Monoatomic Elements. O Instituto Niels Bohr, da Universidade de Copenhague confirmaram que os elementos da patente de Hudson existem no Estado Monoatômico de alto Spin, ou seja, possuem todas as propriedades citadas por mim nessa postagem.


Provável função das Pirâmides do Egito:

Os egitólogos acreditam que as pirâmides foram construídas para enterrar os faraós, Quéops, Quéfren e Miquerinos, além de terem servido como local para rituais de embalsamento e purificação no templo de acolhimento. Mumificado e encerrado em seu sarcófago, o faraó era encaminhado para o caminho ascendente em direção à pirâmide. Esses rituais realmente podem ter ocorrido em algumas pirâmides, entretanto, não foi o caso da Grande Pirâmide. Pois não foram encontrados em suas câmaras, nenhum corpo, sarcófago ou ossada de Faraó.

Exceto a Grande Pirâmide, as demais possuem inscrições hieroglíficas, contando a vida dos faraós ou trazendo orações para que os deuses soubessem dos feitos realizados pelo governante. Entretanto, na Grande Pirâmide não existe nenhum hieróglifo e é nela que basearei minha filosofia sobre uma das particularidades de sua função.

Vejo na Grande Pirâmide um monumento de ciência do tempo dos Faraós. Existe um sistema de medidas de câmaras e corredores dessa pirâmide que é bastante considerável. Apesar de ter correlação com sistemas astronômicos e guardavam as grandes fórmulas do Universo, essas medidas guardam também correlação com a história da humanidade.

Segundo Eric McLuhan, professor de eletrônica na Universidade de Ontário, EUA, o fato de a pirâmide estar alinhada no norte-sul magnético indica que seus efeitos devem ter alguma relação com o campo magnético terrestre e que de alguma forma as ondas de energia da pirâmide são polarizadas.
Em 1935, John Hall, de Chicago, através de uma experiência com um anel de cobre e dois fios demonstrou que saía uma espécie de carga elétrica do vértice da pirâmide.

Em 1954, Karel Drbal, engenheiro de radio-comunicação de origem tcheca, construiu a sua réplica de pirâmide e, fazendo várias experiências constatou que a as réplicas da pirâmide de Quéops têm a capacidade de manter lâminas de barba afiadas por muito mais tempo do que o normal. Giletes que tinham uma vida útil de "sete barbas", afiadas pela pirâmide chegam a cortar "40 barbas".
Por volta de 1930, Antoine Bovis, radiestesista francês, visitando a pirâmide de Quéops, no Egito, descobriu corpos de gatos, ratos e outros pequenos animais que depois de vagarem pelos labirintos da pirâmide morreram em seu interior e foram depositados num recipiente na Câmara do Rei. Apesar de estarem mortos há vários dias não apresentavam nenhum sinal de decomposição e alguns encontravam-se em estado mumificado (desidratado).

Bovis, um francês construiu uma maquete da pirâmide de Quéops, com 75cm de altura, orientando-a no sentido norte-sul do campo magnético terrestre e, a um terço da sua altura, colocou o cadáver de um gato, que se mumificou, tal como acontecia na pirâmide do Egito, conseguindo constatar que o processo de putrefação de um corpo dentro de uma pirâmide é lento.

Segundo o pesquisador teosófico americano J. Ralston Skinner a arquitetura da Grande Pirâmide contem dados proféticos. Em que todas as linhas de interseção entre os tetos e os corredores falam da época de Moisés, Abraão e outros. De qualquer forma, todos os estudiosos possuem uma versão para o enigma das pirâmides. São versões das mais escalafobéticas, entretanto, mesmo não sendo conhecedora de física e fornecimento de energias, eu resolvi arriscar minha opinião, mesmo não tendo recursos científicos palpáveis que um físico teria para explicar o que tentarei explicar abaixo. Porém, acho que grotescamente, é uma hipótese digna de mais refinamento por parte de um físico, real entendedor do assunto.

Sabemos que o Hidrogênio é o combustível dos foguetes atuais. Foram no passado também o combustível que ajudou os Zepelins a voarem. Entretanto, as primeiras usinas de Hidrogênio são feitas a partir da extração desse elemento das energias da terra e transformadas em energia de microondas para depois serem utilizadas. Consiste em um tipo de energia barata que o Petróleo e menos poluente que outros tipos de energia. Sabemos que no passado, os extraterrestres precisavam de energia para colocarem suas aeronaves em funcionamento e até hoje não encontramos nenhuma forma de elaboração de energia para os motores de suas aeronaves. Não deve ter sido diferente com os Egípcios, baseando no número de pictografias contendo aeronaves deixadas por eles.

Podemos adquirir o Hidrogênio da Terra e da água, como de outras fontes também, como células. Sabemos que a Grande Pirâmide possuía um contato com as profundidades do Rio Nilo, que se situava à margem esquerda desse grande rio.
Para mover a energia das águas do Nilo, os Egípcio utilizaram um hidrolizador natural, que tinha como objetivo separar o hidrogênio e o oxigênio da água do Rio Nilo.

Mesmo que esse Hidrogênio não tenha sido capturado pelas águas do Nilo, podem ter sido capturados através da energia da Terra nas câmeras e galerias da Grande Pirâmide que produzem comprovadamente ressonância levando energia da Terra para a Grande câmara. Essas energias eram coletadas na forma de microondas. Em outras palavras, funcionava como um meio de retirar energia do solo. Meios muito utilizados por outros obeliscos construídos quase nessa época, que consistiam em torres de granito em tamanhos especiais com um cristal no ápice dos obeliscos.

Outra alternativa é que os extraterrestres mantinham até a época da primeira dinastia de faraós do Egito, satélites em órbita que emanava um raio para o ápice das pirâmides, gerando campos magnéticos em rotação resultando em energia. Sem descartar a possibilidade da geração de energia eólica que também pode ser utilizada para separar Hidrogênio da água por eletrólise.

Não podemos nos esquecer que a civilização do Egito era comprovadamente mais avançada do que a nossa civilização. Muito difícil acreditar que as Pirâmides foram tão fantasticamente construídas apenas para servirem de túmulo. De fato, vamos procurar não ridicularizar tanto a inteligência dos Egípcios.

Todas as informações pertencem aos meus dois livros e estão resguardados por direitos autorais. LIVROS: EFEITO EXILLIS - O SEGREDO DAS SOCIEDADES SECRETAS e ANUNNAKIS, OS DEUSES ASTRONAUTAS ( ainda não publicado, mas com direitos autorais garantidos).

14 comentários:

Rodrigo Rocha disse...

Anabel passei para conhecer seu blog ele é not°10, show, espetacular com excelente conteúdo você fez um ótimo trabalho desejo muito sucesso em sua caminhada e objetivo no seu Hiper blog e que DEUS ilumine seus caminhos e da sua família
Um grande abraço e tudo de bom

Anônimo disse...

Ola, fico contente por ver mais pessoas interssadas neste assunto.
Apenas uma correção o Iridio não é econtrado em nenhum outro minerio como relatado, o Iridio veio para o nosso planeta em meteoros e meteoritos, não é original do planeta Terra.

Anabel Sampaio disse...

Obrigada pelo carinho, Rodrigo! Apareça mais vezes! Um grande abraço! Anabel Sampaio.

Obrigada pela informação sobre o Iridio, anônimo!
Sempre bem vinda qualquer notícia que venha adicionar informações aos leitores! O interessante é que quando há confirmação de UFOs em determinada região é constatada a grande quantidade de Iridio nas proximidades. Você que parece ter conhecimentos sobre o elemento Iridio, nos explique a hipótese para isso, por favor! Obrigada pela participação! Beijos luz! Anabel Sampaio

comodoro disse...

minha opniao: na era de moises quando ele foi pegar as tabuas dos 10 mandamentos... ele ficou anos lonje do povo... e tinha um rapaz que estava tentando descobrir como realizar o tal experimento para transformar o ouro em pó e depois beber como os antigos sacerdotes do egito, isso os levaria um estado mental mais sutiu...Ele tinha um breve conhecimento sobre como fazer: uma fonte de eletrecidade grande de corrente continua geraria um arco eletrico... ocorrendo a mesma coisa que voce descreveu acima...e uma historia grande vale apena conferir, o ouro no estado em po virando um liquido sagrado... luminoso... por isso o ouro e o metal mais caro des dos tempos antigos! me add no msn posso falar mais: dudu_rs_@hotmail.com

Anônimo disse...

Ai, nao da pra copiar o texto usando o botão direito do mouse, mas da pra copiar usando ctrl c

Alexandre Arnold disse...

Olá Annabel,
meu nome é Alexandre Arnold e eu achei super interessante as suas teorias sobre esse assunto, é realmente incrível!!! Também achei super legal foi a explicação do Drunvalo melchizedek! Ele tem uma visão mais espiritual e bem rica em detalhes sobre esse assunto de pirâmides e civilizações antigas!
Parabéns..!

Anônimo disse...

Quem construíram as Pirâmides do Egito?

Leonardo Loures disse...

Excelente post! Os comentários sobre as influências das Sociedades Secretas abrem a mente para uma visão mais ampla. Sendo assim, vai aqui mais uma opinião de um apaixonado e curioso sobre os assuntos que não contam para nós. As pirâmides foram usadas pelos egipcios, porém não foram contruídos pelos mesmos. Há evidências de que as pirâmides foram contruídas antes da civilização egipcia e que esta chegou e encontrou as pirâmides ja prontas. O corpo de leão da esfinge é desproporcional a pequenina cabeça construída pelos egipcios. E há erosões por água datada de pelos menos 10500 anos atras. 5000 anos antes dos egipcios. Fora outros detalhes.

Anônimo disse...

muito obrigado por me ter ajudado

Anônimo disse...

Prezada Anabel,
Concordo em vários pontos com o que escreveu.
Entretanto, O Leonardo Loures está correto em relação ao raciocínio de que as pirâmides foram edificadas antes da civilização egípcia.
Os egípcios nunca foram uma civilização avançada, pelo contrário, prova maior disto, é seu estado atual de subdesenvolvimento.

Diego Daniel disse...

Minha opinião é o seguinte: Impossivel o ser humano ter construido as piramides sosinho...
Pra mim tivemos ajuda de extraterrestres.
Um exemplo: Os monumentos na ilha de pascoa...miuto maiores que os blocos das piramides,algumas estatuas chegão a ter 10 metros interrados.
Á e não posso esquecer do Stonehenge na Inglaterra.

Diego Daniel disse...

Minha opinião é o seguinte: Impossivel o ser humano ter construido as piramides sosinho...
Pra mim tivemos ajuda de extraterrestres.
Um exemplo: Os monumentos na ilha de pascoa...miuto maiores que os blocos das piramides,algumas estatuas chegão a ter 10 metros interrados.
Á e não posso esquecer do Stonehenge na Inglaterra.

Yuri Marcell disse...

Olá Anabel,

Você já ingeriu ouro monoatômico? Se sim, sabe onde posso encontrar? Até logo.

Efeito Exillis disse...

Boa noite, Yuri Marcel! Sim! Eu utilizo. O Ouro Monoatômico mais seguro eu só encontrei na Alemanha. Tenho intenção de fazer a distribuição do Ouro e montar um grupo de estudos de usuários. Isso é um sonho, pois ANVISA dificulta bastante essa realização. O resultado do uso Ouro de Ofir? Aprendizado fácil, raciocínio muito rápido e retarda o envelhecimento. Em algumas fotos minhas de 3 a 5 anos atrás eu estou muito mais envelhecida do que as fotos atuais. Eu tenho um livro sobre o Ouro Monoatômico. O livro se chama Ouro de Ofir que pode ser adquirido através do e-mail annabelsampaio1@gmail.com ou nas livrarias Martins Fontes. Na Amazon, você poderá adquirir o livro virtual. Beijo no seu coração!