Obras

Autora dos livros:

* Anunnakis, os Deuses Astronautas - Editora Madras
* A Conspiração Anunnaki - Editora De Geneve
* Ouro de Ofir - Alquimia do Antigo Egito - Editora De Geneve
* Efeito Exillis - O Segredo das Sociedades Secretas
* Mito - Livro de Poesias
* Operação Rhesus - Em busca do Elo Perdido ( Recém lançado. Maio 17)
* 2162 - O Código Secreto de Hitler

À VENDA NAS LIVRARIAS SARAIVA, AMAZON.

sábado, 30 de outubro de 2010

A QUARTA DIMENSÃO


“Os fótons vieram de lugar nenhum, não podem ser identificados no tempo e não têm um lar no espaço, isto é, a luz não ocupa volume e não tem massa.
A semelhança entre um pensamento e um fóton é muito grande: ambos nascem na região além do espaço e do tempo, no vazio que está cheio de inteligência criativa.”
Deepak Chopra.

Em nossos primeiros catecismos e aprendizados em ensinos fundamentais já existia a ação de uma corrente universal que trabalhava para direcionar as nossas idéias e aprisionar as nossas mentes. Trata-se de uma profunda "idéia-raiz" pré elaborada por uma elite que domina a Terra desde primórdios, a fim de inculcar idéias em nossas mentes e castrá-las de seu potencial para que não sejamos capazes de alçar vôos mais altos, de buscar verdades mais elucidativas sobre o que é verdadeiro e o que é utopia.
Essa raiz profunda e altamente sugestiva já vem sendo trabalhada desde o ano de 1 d.C e tem como objetivo nos prender aos laços de uma terceira dimensão, onde o homem é simplesmente marionete de profundas manipulações, paradigmas inconsistentes, conceitos religiosos impostos por concílios e por teorias científicas absurdas.
Tudo está profundamente direcionado a um objetivo único e universal, terrivelmente castrador, compondo a Teia do Aprisionamento da Mente Humana.
Essa teia holográfica traçada sobre a mente dos homens é algo complexo demais para que possamos entender. Mas a verdade é que, apesar de possuirmos um amplo potencial cerebral, perdemos 90% das faculdades intelectuais devido a alterações em nossos córtex cerebrais. Além de que, continuamos a ser constantemente bombardeados por informações religiosas, científicas, paradigmas ridículos que seguem rigorosamente ao mesmo traçado pré combinado por uma elite que vem dominando a Terra desde 1 ano d.C. Isso para que a civilização humana tenha uma visão míope da realidade. Tudo contribuíndo para limitar a consciência da civilização humana pelo acismo de substâncias neurotóxicas nos alimentos e no ar, ondas eletromagnéticas na atmosfera(que contém amplas emissões de ondas eletromagnética para adentrarem o cérebro humano, para anular o seu potencial cerebral),além do acesso de uma mente grupal de Domínio-Escravo-Mestre dentro de setores opostos da Elite e Não-Elite.
Dessa forma, após o período faraônico do Egito, a civilização vem declinando acentuadamente em suas faculdades intelectuais e espirituais.
(Descartes)
Versando sobre a história religiosa que vem sendo pregada desde a época mencionada acima, alguns críticos contemporâneos do cristianismo argumentam que essa religião não é baseada na revelação divina, mas foi emprestada de outras religiões como o Mitraísmo. O autor mulçumano Yousuf Saleem Chishti atribui doutrinas como a divindadde de Cristo e a expiação a ensinamentos pagãos dos pais da igreja.
Existe uma coincidência visível entre o Cristianismo e o Mitraísmo,tanto que muitos críticos são obrigados a concluir que o cristianismo é o fac-símile ou a segunda edição do Mitraísmo (Chishti, p.87)”.
O Mitraísmo foi introduzido no Império Romano em 67 a.C e incluia: batismo, refeição sacramental, presença de um deus salvador e que morreu e ressuscitou para agir como mediador entre os homens e Deus. Além de Juízo Final, céu e inferno.
No Zoroastrismo, a noção do deus salvador transcendental em forma humana era o foco central. E muitas outras que ocuparia uma postagem inteira para analisar as semelhanças de antigas religiões com o Cristianismo.
Acha que eu quero duvidar do Cristianismo? Não! Entretanto, quero me livrar dos paradigmas inculcados em mim para que eu possa analisar direitinho todos os fatos que não me foram apresentados durante a minha vida! Que história é essa??? Porque dessa repetição??? Ops, meus antepassados não souberam disso? É pecado questionar?
"Às favas" quem disser que eu pecarei em questionar isso! EU VOU QUESTIONAR SIM!
E vou divulgar aqui, tudo que eu souber, tudo que parecer estranho! Eu vou colocar a boca no trombone!!!
Recuso-me a fazer parte de uma Teia que me manipule!! O que eu desejo é tão somente analisar o quão longe pode chegar a percepção humana e analisar o que de concreto existe na ciência sobre esse avanço mental e espiritual do homem, sem contudo, permitir a interferência de teorias religiosas abusivas e "repetitivas" de outras religiões.

Nos tempos de Akhenaton, no Egito faraônico, havia uma religião monoteísta que adorava o sol como sendo o “olhar de deus”. Nesse tempo, a percepção humana era mais abrangente, considerando que o olho era como um radar, fazendo com que o olhos enxergassem além de sua visão limitada. Essa idéia parece prosaica, mas ela revela uma filosofia mais ampla do que possa imaginar nossa percepção limitada sobre os sentidos humanos.

Giordano Bruno, um filósofo, teólogo e frade dominicano italiano do ano de 1600 foi condenado por heresia à morte pela Santa Inquisição. Ele defendia o infinito cósmico e uma nova visão do ser humano como ser cósmico e capaz de maior percepção, teorizando contra Aristóteles. Ele defendia a cosmologia, o universo infinito e habitável por seres inteligentes. Ele se apoiava nos ensinamentos de HermesTrimegistus, o deus grego, abraçando a idéia egípcia de um universo centrado no sol e os poderes humanos extraordinários que seriam adormecidos no homem. Quanta coisa Giordano poderia ter nos ensinado!

A verdade é que, as percepções humanas se atrofiaram desde a época de Akhenaton. Atrofiaram ou adormeceram? No marco considerado ponto zero da escala de tempo terrena foi estreitada a capacidade de percepção dos sentidos humanos. O homem não expandiu a sua percepção global, caindo na Teia holográfica Mental Humana que o limitou.

Não estou querendo me tornar uma humana galáctica,(muitos risos), sou limitada tanto quanto qualquer mulher sobre a face da Terra. Porém, tenho uma perfeita consciência sobre a Teia estendida sobre as mentes humanas, incluindo a minha. Todavia, gostaria muito de ultrapassar essa malha estreita e bem apertada que nos mantém aprisionados, aprendendo a ver uma realidade 3 D em nove dimensões simultaneamente, embora meu cérebro não possa lidar com essa extraordinária percepção multidimensional.

Sei que existem alternativas para aprimorar a percepção do ser humano e, confesso que já fiz alguns cursos denominados “altamente confidenciais”, nos quais esperei ansiosamente pela revelação dessa fórmula mágica. Mas deram apenas “pinceladas” sobre o assunto, permitindo aos alunos se enveredarem por aprofundadas toneladas de informações que nos faziam refletir cada vez mais sobre a nossa cruel ignorância sobre os caminhos obscuros da melhoria da performance humana.
Definitivamente, existe um caminho livre de arquétipos criados para nos confundir e nos manipular como crianças no grande circo da vida. E Sei que existe uma fórmula para deixar a arquibancada desse circo patético, ou seja, descobrindo as influências das nove dimensões existentes na realidade de uma dimensão humana mais aprimorada. E o começo dessa jornada é questionar o que de fato existe de verdadeiro diante de tanta história contada pelos nossos antepassados ou por orgãos religiosos e científicos.

Vamos ser francos??? Essa terceira dimensão é realmente algo muito pobre e nos coloca em situação de inferioridade no universo. Não é mesmo?
Por outro lado, algo me diz que se ouvir incessantemente Bach ou examinar atentamente o cubismo de Picasso por 24 horas por dia, eu talvez possa me aninhar ao mundo de uma percepção mais aprimorada. Pensei em decodificar minha maneira de enxergar o tempo, mas não tem jeito, meu domínio físico está atrelado às ferramentas de espaço e tempo lineares.
Quando penso que o dinheiro pode me limitar fisicamente a ir e vir, isso é desanimador. Entretanto, existe algo mais profundo e importante do que isso. Caso contrário, todas as pessoas sem dinheiro estariam fardadas a nunca progredirem, nem adquirirem conhecimentos extraordinários.
Na verdade, sinto-me adulando com minha estreita capacidade de percepção, embora um tiquico mais aprofundada daqueles que julgam que estou falando bobagem. Muitos entendem o que estou tentando dizer, por isso, continuo com esse assunto, embora desejasse ardentemente fazer uma postagem mais breve dessa vez.( Eu sou uma blogueira tagarela!)
s1600/PINT_P~1.JPG"> (Cubismo - Picasso)
A nossa busca pelo infinito se processa através dos sentidos humanos, com a finalidade de perceber o último nível de realidade. Você pode até não acreditar, mas os Administradores do Mundo controlam até nossa percepção através da Teia Holográfica, eles limitam nossos sentidos. Para não ficar muito extenso, citarei como exemplo, apenas um dos sentidos humanos, a visão e a audição.
Não podemos observar o nível de realidade a não ser através dos mecanismos processados pelo nosso cérebro. Quando enxergamos uma imagem registrada pela retina, a mesma dispara feixes eletros-químicos que viajam através de neurônios para a parte de trás de nosso cérebro. Então, o cérebro é que manda a mensagem que a visão que a retina captou é realidade, então, nossa percepção de realidade precisa passar pelo nosso cérebro.

Existe uma infinidade de sons imperceptíveis ao homem. É considerado 263 hertz a freqüência perceptível ao ouvido do homem, ou seja, o número de quantas vezes as ondas sonoras atingem o seu ouvido, que são 263 vezes, chamada de hertz, ou dó central. Os ouvidos humanos se diferem na detecção do som. Há freqüências de menos de vinte ondas a cada segundo que são baixas demais para serem detectadas pelo ouvido humano, enquanto que os cães podem ouvir. Outras ondas sonoras são tão elevadas que o nosso ouvido também não detecta. Beethoven era surdo, porém ele percebia a música, compôs as sinfonias mais lindas da história da música. Ele pode, ele era também um ser humano! Aff que glória! Diante disso, vamos considerar que a definição de percepção é rigorosamente antropocêntrica. Mas depende exatamente de que?

Você saberia responder qual é o seu grau de percepção? Já pensou sobre isso? Então, é hora de você pensar e estreitar mais a sua observação sobre a sua percepção. Esse seria o primeiro passo para a sua libertação. Todavia, que sofrimento chegar até aí, hein? Estou aqui tropeçando em meus conceitos e nas minhas limitadas percepções.

Lembre-se que nem só o que é palpável, ouvido, sentido, existe. Existem mais coisas que nós não sentimos, não vemos, não cheiramos, não escutamos, não palpamos e não fazemos idéia de sua existência. Na verdade, existem coisas "cabeludas" que nós nem imaginamos que existam. Existem informações assombrosas e absurdas que nós nunca ouvimos falar. Entretanto, algumas constituem fatos reais, outras não. O que nós nunca ouvimos falar não indica que não possa ser a verdade. Aquilo que nós nunca pensamos, não quer dizer que não pode ser daqui por diante trabalhado mentalmente.

Se existem várias coisas multidimensionais, porque não poderíamos familiarizar mais com essas amplas visões? No mínimo está na hora do homem ampliar a sua visão em relação ao que é multidimensional.
As ondas do oceano são bidimensionais, se espalhando em círculos sobre a superfície da água. Enquanto as ondas sonoras são tridimensionais, espalhando no ar em várias direções a partir do som. Nós podemos perceber todas elas, nossos sentidos captam verdadeiramente todas as profundidades e emissões de ondas, porém, algo barra em nós a percepção maior. Percebemos a quarta dimensão, mas não conseguimos atingí-la.

É justamente essa percepção que o homem precisa trabalhar daqui por diante, rompendo grilhões religiosos que nos limitam, exigindo da ciência o lugar que ela realmente ocupa nos dias de hoje. Entendendo melhor a nossa fisiologia e anatomia cerebral como a Glândula Pineal, que consiste no centro de nosso relacionamento com outras dimensões. A Pineal é tida como a sede da alma. Para os praticantes da ioga, a pineal é o ajna chakra ou o “terceiro olho”, que leva ao autoconhecimento. O filósofo e matemático francês René Descartes, em Carta a Mersenne, em 1640, afirma que “existiria no cérebro uma glândula que seria o local onde a alma se fixaria mais intensamente”.

A pineal está localizada na altura dos olhos. Ela é um órgão cronobiológico,ou seja, um relógio interno. Ela capta as radiações do Sol e obedece aos chamados Zeitbergers, os elementos externos que regem as noções de tempo. Por exemplo, o Sol é um Zeitberger que influencia a pineal, regendo o ciclo de sono e de vigília, capacitando esta glândula a secretar a Melatonina. Isso dá ao organismo a referência de horário. Lembrando que o tempo é uma região do espaço. A dimensão espaço-tempo é a quarta dimensão. Então, a glândula Pineal que nos dá a noção de tempo está em contato com a quarta dimensão. E é a única estrutura do corpo que transpõe essa dimensão, que é capaz de captar informações que estão além da nossa. A afirmação de Descartes, do ponto em que a alma se liga ao corpo, tem uma lógica.

A glândula pineal tem fotorreceptores iguais aos presentes na retina dos olhos, porque a origem biológica da pineal é a mesma dos olhos, literalmente é um terceiro olho. Esta glândula seria resquício de algum órgão que está se atrofiando, ou estaria ligada a uma capacidade psíquica a ser desenvolvida?
De fato, a Pineal capta todo o campo eletromagnético ao redor do individuo, enviando informações ao córtex frontal. É exatamente nesse envio de informações ao Córtex que existe a diferença de captação de informações, ou seja, a diferença de sensibilidade entre um homem e outro.

Os cientistas Vollrath e Semm, que têm artigos publicados na revista científica Nature de 1988, confirmou que a pineal converte ondas eletromagnéticas em estímulos neuroquímicos. Então é uma tendência humana natural que normalmente tenderia a evoluir e não a regredir como aconteceu através dos tempos. O espiritual atua no homem através do campo eletromagnético, que depois é convertido pela Glândula Pineal em estímulos eletroneuroquímicos, aproximando o homem da espiritualidade.
Veja bem, a espiritualidade pode existir até de modo mais profundo sem haver a religiosidade. Se houver a religiosidade, que ela não feche portas para que o homem viva também a espiritualidade de forma plena!
Não existe controvérsia entre ciência e espiritualidade, porque a ciência não nega a vida após a morte. Não nega a existência do espírito. Também não há uma prova final de que tudo isto existe. Não existe oposição entre o espiritual e o científico, ou seja, a ciência e a religião não são como água e óleo que jamais se misturam.

PS: Algumas informações foram colhidas by Paula Calloni de Souza.

Nota: Amigos queridos, tenho me emocionado quando vejo o grande número de visitantes em meu blog ( mais de 1000 visitas por semana). Confesso que, não sou uma blogueira experiente. Na verdade, pouco entendo desse mundo fascinante de blogs.( No começo, eu me sentia escrevendo para as paredes, ninguém me mandava um e-mail, nem postava nada...Era tão triste!) Entretanto, atualmente com 60 seguidores e recebendo tantos e-mails, eu fico por vezes inibida e sinto a responsabilidade que jamais pensei ter, principalmente sabendo que meu blog tem sido tão apreciado pelos irmãos de Portugal e de El Salvador (Um abraço especial a todos vocês!). Eu só tenho a agradecer! Sinto-me honrada pela visita de todos e confesso, me emociono muito. Um grande abraço e o meu carinho a todos que por aqui passam! Anabel Sampaio.













segunda-feira, 11 de outubro de 2010

COMO FORAM CONSTRUÍDAS AS PIRÂMIDES DO EGITO?


Entre os monumentos do Egito Faraônico, os mais instigantes são as Pirâmides, que ocupam a primeira posição das sete maravilhas do mundo antigo. As Pirâmides estão localizadas no Planalto de Gizé, na margem esquerda do Nilo, na antiga necrópole da cidade de Mênfis e atualmente integra o Cairo, no Egito.

A Grande Pirâmide foi construída em 2550 a.C, no auge do antigo reinado do Egito. Foi considerada a estrutura mais alta do mundo até a construção da Torre Eifel, em 1889 e pela construção da Torre da Catedral de Beauvais, que embora terminada em 1569,desmoronou-se.

Possui 160 metros de altura, altura equivalente a 49 andares e aproximadamente 2,3 milhões de blocos de rocha, cada um pesando em média 2,5 toneladas perfeitamente encaixados uns nos outros sem auxílio de nenhum tipo de cimento para fixá-los uns nos outros. Comparando em largura, ocuparia sete quarteirões de uma rua. Todos os seus lados possuem exatidão em centímetros, ou seja, são perfeitamente iguais, provando o avanço dos egípcios na matemática e na arquitetura. Além de que, todas as pirâmides foram construídas na margem oeste do Nilo, na direção do sol poente.

Todas as Pirâmides possuem mais ou menos as mesmas complexas estruturas arquitetônicas, incluindo um templo, uma rampa, um templo funerário, valas e hieróglifos inscritos nas paredes. Porém, a Grande Pirâmide difere das outras, não contém nenhum tipo de inscrição ou hieróglifos e suas câmaras são feitas em sua grande maioria, de granito vermelho. Como os egípcios puderam transportar o granito se esse só era encontrado há 900 quilômetros de distância do Gizé?

Imagine a dificuldade em construir uma Pirâmide de aproximadamente 49 andares, com cerca de doze metros a leste do ponto central de sua face norte, de modo que seus corredores ou labirintos sejam construídos em declives paralelos, como se fossem chaminés inclinados? Esses corredores inclinados foram construídos descendo pela estrutura da pirâmide até se tornarem horizontais, desembocando no centro do monumento. Ou seja, uma construção que exigiu alta capacitação. Dá para imaginar uma construção tão complexa como essa sendo realizada na antiguidade?

Desde o século XIX, egiptólogos têm procurado por ferramentas que poderiam ter contribuído para a construção das Pirâmides. Entretanto, ficam cada vez mais chocados em não encontrar nada que seja digno de uma majestosa construção como essas. Esse enigma infelizmente ainda não foi decifrado, nem tão pouco os egípcios deixaram alguma indicação de como ergueram esses enormes monumentos. Especula-se que esses cortes nas pedras só poderiam ter sido feitos com o auxílio de aço ou diamante, porém naquela época não existia aço, nem tão pouco diamante. Outras possibilidades seriam o basalto ou granito para cortar as peças. Entre os achados egípcios só foi encontrado uma pequena broca tubular feita de granito, nenhuma outra ferramenta mais complexa.

A minha opinião sobre as construções dessas Pirâmides é muito pessoal. Não sou especialista e nem entendida em nada, tão pouco a dona da verdade. Porém, tenho um palpite sobre o segredo dessas Construções.
Enfatizo que o meu palpite eu não o encontrei em nenhuma bibliografia pesquisada. Por isso, essa opinião é pessoal e intransferível, inclusive consta em meu livro O Segredo das Sociedades Secretas.
Essa conclusão foi resultado de um apanhado de textos Mesopotâmicos e através de uma coligação entre as informações colhidas. Foi a resposta que encontrei, desde que sou curiosa e "questionadora" em relação a tudo. Estou dividindo essa conclusão com vocês, porém, quero enfatizar que não sou conhecedora da Física Quântica, por isso, não conseguirei expressar da maneira que eu gostaria, tão pouco conseguirei ser convincente; usarei termos da física nos quais eu não estou familiarizada, pois não sou profissional dessa "apaixonannnnnnnnte" física. (Sempre tirei notas baixas em física!! hahaha!! rs. Hoje eu amo tudo isso!! )

As respostas das especulações citadas abaixo são:
1) Como as Pirâmides foram construídas?
2) Para que finalidade foram construídas?

Como foram construídas as Pirâmides do Egito:

As Pirâmides do Egito foram construídas através de um raro minério que em um passado longínquo foi encontrado em abundância na Terra; atualmente esse minério encontra-se quase em extinção. Esse minério consiste no ouro esbranquiçado que no passado era a chave do O Segredo das Grandes Construções do Egito, que eram realizados apenas pelos artesãos do Templo, os possuídores dos Segredos de Pilares. Através desse minério com propriedades misteriosas, os Mestres Pedreiros introduziam a GEOMETRIA SAGRADA nas construções das Grandes obras. Esses mestres de obras eram os guardiões dos Segredos Reais e possuíam o poder da Ciência da Construção.

"Quando postas em balança a Pedra do Paraíso pode exceder em peso a sua quantidade em ouro, mas quando é convertida em pó, mesmo uma pena inclinará a balança contra ela". Textos Alexandrinos.

Denominei em meu primeiro livro Efeito Exillis, o nome de Pedra Exillis, como o minério que era abundantemente encontrado na Terra na antiguidade. Essa Pedra Exillis é rica em Iridio, um elemento de transição da Tabela Periódica com alto spin, ou seja, ao redor de seu núcleo tem um grande número de blindagem positiva, possibilitando que os elétrons giram mais afastados de seu núcleo, embora todos na mesma direção.
Quando esses elétrons estão perfeitamente correlacionados eles convergem em luz branca e se desfragmentam, transformando-se em pó Monoatômico branco, o Maná conhecido nos textos judeus de Zohar, textos Mesopotâmicos e trechos Bíblicos.
Em contínuas seqüências de aquecimento e resfriamento, seu peso subirá e cairá centenas de vezes e seu peso ficará 56% menor do que era antes. Porém, o que acontecerá com o resto do peso desse pó branco?

Ele será transmutado para outra dimensão além do plano físico, ou seja, o plano de órbita de luz que os antigos chamavam de "Plano Shar-on" ou "Campo de Mfkzt". Entretanto, esse pó possui a capacidade de supercondutibilidade, dessa forma o seu peso negativo pode ser transferido para qualquer recipiente que os contém.

Isso quer dizer que, o peso do pó Monoatômico pode se tornar negativo e por isso é capaz de levitar. Como é um excelente condutor, ele passa o peso inferior para o vasilhame em que ele se encontra, fazendo com que tudo que encoste no vasilhame venha a levitar também, ou seja, transmitindo o mesmo peso através de sua excelente capacidade de condutibilidade ao objeto que está encostado no recipiente.

Assim, uma pedra pesando toneladas encostada em um recipiente contendo o pó monoatômico com peso menor que zero, faz com que essa pedra adquira o mesmo peso e levite também. Dessa forma, as pedras pesando toneladas puderam ser erguidas à altura sem o auxílio de máquinas.

Além disso, o ouro monoatômico é capaz de cortar precisamente blocos de pedra e moldá-los perfeitamente fazendo um trabalho que só mesmo uma habilidade tecnológica incrível seria capaz de fazer. Essa precisão do corte das pedras é encontrada não apenas nas Pirâmides do Egito, bem como em Tiwanacu. Existem em Puma-Punku, entre Peru e a Bolívia, câmaras com encrustamento em chapas de ouro. Essas moradias consistem em rochas enormes escavadas de forma precisa e levadas até o local.
Nesse meu contexto, o Segredo das Grandes Construções do Egito consistia na utilização desse minério para cortar milimetricamente todas as pedras em tamanhos perfeitamente iguais, além do transporte de pedras pesando toneladas para quilômetros de distância de seu destino.

Encontrei alguns trechos em Textos Mesopotâmicos bastante sugestivos: "Após o Dilúvio, os sobreviventes ficaram procurando por toda a parte, pessoas conhecedoras do Segredo Real das Construções para que fosse reconstruído tudo que as águas destruíram".

Outros textos que encontrei foram sobre A Arca da Aliança. Essa continha um dispositivo que a fazia levitar dois dedos do chão. Esse dispositivo era o pó Monoatômico. Também encontrei textos que narram sobre os efeitos quando os homens se aproximavam da Arca da Aliança: queda de cabelo e unhas, até mesmo queimaduras. Acredita-se que esse minério era tão forte na época da Arca que provocava incidentes em quem não era autorizado a manipulá-lo, ou não possuía instruções para fazê-lo.

Em 1988, esse minério foi encontrado na fazenda de David Hudson, nos EUA. E foi patenteado pelo Laboratório de Pesquisas da IBM, em Zurique, como ORMES - Orbitally Rearranged Monoatomic Elements. O Instituto Niels Bohr, da Universidade de Copenhague confirmaram que os elementos da patente de Hudson existem no Estado Monoatômico de alto Spin, ou seja, possuem todas as propriedades citadas por mim nessa postagem.


Provável função das Pirâmides do Egito:

Os egitólogos acreditam que as pirâmides foram construídas para enterrar os faraós, Quéops, Quéfren e Miquerinos, além de terem servido como local para rituais de embalsamento e purificação no templo de acolhimento. Mumificado e encerrado em seu sarcófago, o faraó era encaminhado para o caminho ascendente em direção à pirâmide. Esses rituais realmente podem ter ocorrido em algumas pirâmides, entretanto, não foi o caso da Grande Pirâmide. Pois não foram encontrados em suas câmaras, nenhum corpo, sarcófago ou ossada de Faraó.

Exceto a Grande Pirâmide, as demais possuem inscrições hieroglíficas, contando a vida dos faraós ou trazendo orações para que os deuses soubessem dos feitos realizados pelo governante. Entretanto, na Grande Pirâmide não existe nenhum hieróglifo e é nela que basearei minha filosofia sobre uma das particularidades de sua função.

Vejo na Grande Pirâmide um monumento de ciência do tempo dos Faraós. Existe um sistema de medidas de câmaras e corredores dessa pirâmide que é bastante considerável. Apesar de ter correlação com sistemas astronômicos e guardavam as grandes fórmulas do Universo, essas medidas guardam também correlação com a história da humanidade.

Segundo Eric McLuhan, professor de eletrônica na Universidade de Ontário, EUA, o fato de a pirâmide estar alinhada no norte-sul magnético indica que seus efeitos devem ter alguma relação com o campo magnético terrestre e que de alguma forma as ondas de energia da pirâmide são polarizadas.
Em 1935, John Hall, de Chicago, através de uma experiência com um anel de cobre e dois fios demonstrou que saía uma espécie de carga elétrica do vértice da pirâmide.

Em 1954, Karel Drbal, engenheiro de radio-comunicação de origem tcheca, construiu a sua réplica de pirâmide e, fazendo várias experiências constatou que a as réplicas da pirâmide de Quéops têm a capacidade de manter lâminas de barba afiadas por muito mais tempo do que o normal. Giletes que tinham uma vida útil de "sete barbas", afiadas pela pirâmide chegam a cortar "40 barbas".
Por volta de 1930, Antoine Bovis, radiestesista francês, visitando a pirâmide de Quéops, no Egito, descobriu corpos de gatos, ratos e outros pequenos animais que depois de vagarem pelos labirintos da pirâmide morreram em seu interior e foram depositados num recipiente na Câmara do Rei. Apesar de estarem mortos há vários dias não apresentavam nenhum sinal de decomposição e alguns encontravam-se em estado mumificado (desidratado).

Bovis, um francês construiu uma maquete da pirâmide de Quéops, com 75cm de altura, orientando-a no sentido norte-sul do campo magnético terrestre e, a um terço da sua altura, colocou o cadáver de um gato, que se mumificou, tal como acontecia na pirâmide do Egito, conseguindo constatar que o processo de putrefação de um corpo dentro de uma pirâmide é lento.

Segundo o pesquisador teosófico americano J. Ralston Skinner a arquitetura da Grande Pirâmide contem dados proféticos. Em que todas as linhas de interseção entre os tetos e os corredores falam da época de Moisés, Abraão e outros. De qualquer forma, todos os estudiosos possuem uma versão para o enigma das pirâmides. São versões das mais escalafobéticas, entretanto, mesmo não sendo conhecedora de física e fornecimento de energias, eu resolvi arriscar minha opinião, mesmo não tendo recursos científicos palpáveis que um físico teria para explicar o que tentarei explicar abaixo. Porém, acho que grotescamente, é uma hipótese digna de mais refinamento por parte de um físico, real entendedor do assunto.

Sabemos que o Hidrogênio é o combustível dos foguetes atuais. Foram no passado também o combustível que ajudou os Zepelins a voarem. Entretanto, as primeiras usinas de Hidrogênio são feitas a partir da extração desse elemento das energias da terra e transformadas em energia de microondas para depois serem utilizadas. Consiste em um tipo de energia barata que o Petróleo e menos poluente que outros tipos de energia. Sabemos que no passado, os extraterrestres precisavam de energia para colocarem suas aeronaves em funcionamento e até hoje não encontramos nenhuma forma de elaboração de energia para os motores de suas aeronaves. Não deve ter sido diferente com os Egípcios, baseando no número de pictografias contendo aeronaves deixadas por eles.

Podemos adquirir o Hidrogênio da Terra e da água, como de outras fontes também, como células. Sabemos que a Grande Pirâmide possuía um contato com as profundidades do Rio Nilo, que se situava à margem esquerda desse grande rio.
Para mover a energia das águas do Nilo, os Egípcio utilizaram um hidrolizador natural, que tinha como objetivo separar o hidrogênio e o oxigênio da água do Rio Nilo.

Mesmo que esse Hidrogênio não tenha sido capturado pelas águas do Nilo, podem ter sido capturados através da energia da Terra nas câmeras e galerias da Grande Pirâmide que produzem comprovadamente ressonância levando energia da Terra para a Grande câmara. Essas energias eram coletadas na forma de microondas. Em outras palavras, funcionava como um meio de retirar energia do solo. Meios muito utilizados por outros obeliscos construídos quase nessa época, que consistiam em torres de granito em tamanhos especiais com um cristal no ápice dos obeliscos.

Outra alternativa é que os extraterrestres mantinham até a época da primeira dinastia de faraós do Egito, satélites em órbita que emanava um raio para o ápice das pirâmides, gerando campos magnéticos em rotação resultando em energia. Sem descartar a possibilidade da geração de energia eólica que também pode ser utilizada para separar Hidrogênio da água por eletrólise.

Não podemos nos esquecer que a civilização do Egito era comprovadamente mais avançada do que a nossa civilização. Muito difícil acreditar que as Pirâmides foram tão fantasticamente construídas apenas para servirem de túmulo. De fato, vamos procurar não ridicularizar tanto a inteligência dos Egípcios.

Todas as informações pertencem aos meus dois livros e estão resguardados por direitos autorais. LIVROS: EFEITO EXILLIS - O SEGREDO DAS SOCIEDADES SECRETAS e ANUNNAKIS, OS DEUSES ASTRONAUTAS ( ainda não publicado, mas com direitos autorais garantidos).

domingo, 10 de outubro de 2010

O SEGREDO DE ATLÂNTIDA


Existe um grande e místico Segredo trazido à Terra através dos sacerdotes da lendária Atlântida. Esse Segredo foi denominado por alguns como o Segredo de Hiperbórea, mencionado em meu livro Efeito Exillis, qual eu intitulo Segredo das Sociedades Secretas ou Segredo do Efeito Exillis.
O Segredo "Exillis" possui uma essência que acompanha a humanidade desde primórdios, conhecido pelos hebreus e repassado para os homens da "genealogia do Patriarca Abraão", os considerados de descendência dos deuses".
Surgiu em lugares e épocas diferentes e se instilou no cerne das grandes tradições de sabedoria, fundamentando rituais de iniciação de cerimônias do mundo Antigo.
O Grande Segredo é tão complexo que foi necessário criar em diferentes épocas e países as "Escolas iniciáticas", a fim do Iniciado estar apto para utilizar o maior Mistério da Antiguidade. No Egito, essa Escola recebeu o nome de Os Mistérios de Isis e de Osíris, na Grécia de Orfeu e Dionísio e em Roma de Baco e Ceres.

Pitágoras e Platão foram iniciados por essas Escolas que orientam sobre o Grande Segredo, o qual jamais foi revelado à humanidade e que, por algum motivo, foi corrompido e perdeu a sua real finalidade através dos séculos.

A civilização egípcia foi tutora desse Segredo, fazendo com que essa civilização se tornasse uma das mais evoluídas e misteriosas civilizações que já se passaram sobre a face da Terra. Com base nas referências sobre a Geometria Sagrada e suas metáforas simbólicas traduzidas pelo Segredo foram construídas as Grandes Pirâmides do Egito e outros grandes Monumentos. Além disso, essas revelações contêm segredos místicos e uma sabedoria científica ainda não revelados para o mundo.

Os tutores desse Segredo pertenciam às Antigas Tradições de Sabedoria, como os pertencentes à linhagem como Rei David e seu filho, o Rei Salomão.
Rei Salomão foi considerado um dos homens mais sábios e ricos da humanidade.
Em Reis 14:29 diz que a sabedoria de Salomão foi superior a todos os reis do Oriente. Compêndios da Maçonaria, livros Sagrados dos Cristãos e Islamitas afirmam que ele era detentor de um Grande Segredo. Escolhido para construir o Templo de Jerusalém, Salomão contratou os serviços do mestre de obras, Hiram Abiff.

Assim, Hiram Abiff, considerado o pai da Maçonaria, engendrou e construiu o Templo de Jerusalém sob os moldes do Grande Segredo. Existem várias referências bibliográficas que afirmam que Hiram e Rei Salomão fizeram uma parceria tão próspera que ambos se tornaram os homens mais ricos de toda a história. Juntos construíram obras monumentais, navios, estaleiros; possuíam jazidas e grandes posses. Tudo graças à sabedoria do Grande Segredo.

Hiram Abiff fundou a Comunidade de Qumram, uma seita de essênios e Nazoreanos da Igreja de Jerusalém. O Evangelho menciona que Jesus Cristo era de Nazaré, porém, essa menção não se deve por ele ter nascido em uma cidade com esse nome, pois na época não existia nenhuma cidade chamada Nazaré. Essa menção se dá justamente porque Jesus Cristo era pertencente à seita Nazoreana. Outra evidência é que, o símbolo da seita Nazoreana era o sinal do peixe, simbologia que acompanha o nome de Jesus Cristo até os dias de hoje.

Existem fortes indícios que a seita de Qumram originou a Maçonaria devido a semelhança de práticas Iniciáticas de alguns rituais. Assim, a primeira Comunidade de Qumram foi considerada a primeira loja Maçônica.
Lembrando que Maçom em francês significa pedreiro. Em paralelo surgiu também a Associação dos membros dos Construtores de Guilda, que pertencia aos templários e alguns monges que também eram detentores desse Grande Segredo.

Algumas bibliografias referem que o Grande Segredo foi levado até a Europa através dos Cátaros, considerado heréticos pela Igreja Católica e cruelmente perseguidos por ela até sua extinção. Os Cátaros surgiram no sul da França e no norte da Itália no final do século XI. Apesar de alguns historiadores indicarem a sua formação a partir de crenças dos Búlgaros e do Oriente Médio, há grandes referências que os Cátaros foram descendentes do povo de Atlântida. Existe uma forte conexão entre os Cátaros e o Santo Graal, justamente porque o Grande Segredo está intimamente correlacionado com ele.

O fato é que, os europeus detentores do Grande Segredo assumiram o papel de mestres pedreiros, introduzindo a sabedoria do Grande Segredo, que mais tarde ficou conhecida como a Geometria Sagrada do Oriente. Esses Europeus construíram obras primas na França como a Catedral de Chartres e muitas catedrais espalhadas pela Europa e pelo Oriente, instigando a curiosidade sobre o Grande Segredo e sendo motivo de violência por parte de quem desejava silenciá-lo.
A Idade Média foi marcada por uma terrível onda de violência religiosa coordenada pela Igreja Católica. Há fortes indícios que o objetivo da formação das Cruzadas foi a busca de um objeto sagrado, o Santo Graal. E a Santa Inquisição foi idealizada para queimar os bruxos, a fim de "calar a boca" daqueles que sabiam do Grande Segredo, pois eram considerados feiticeiros devido às práticas Iniciáticas.
Quais motivos teve a Igreja Católica para matar em nome de um Segredo? A Santa Inquisição foi instaurada porque a Igreja se sentiu ameaçada. O motivo deve ter sido muito forte.

Mesmo após a fúria da Cruzada Albigense (matança dos Cátaros), os sobreviventes e descendentes dos Cátaros se reuniam em catacumbas e locais restritos e formaram um grupo coeso e disposto a lutar para preservar o que sabiam. Talvez esse grupo tenha se dissipado, formando assim as Sociedades Secretas, que ficaram como depositárias de parte desse Segredo, valendo dessa aura de mistério para treinar seus Iniciados e adquirir Poder.


Existe uma prova contundente de pessoas que dedicaram suas vidas em busca desse Segredo. Um álibi que as informações citadas aqui constituem algo mais significativo do que possamos imaginar. Se fosse um "mero bla-blá", um dos homens mais cruéis da humanidade, um homem que buscou avidamente pelo poder como Adolf Hitler não teria se interessado tanto pelo Grande Segredo. A ponto da SS investir muito em várias expedições em busca de notícias dos Cátaros, os depositários fiéis desse Segredo de Atlântida. Seria a obsessão por um assunto arbitrário ou Hitler realmente possuía razões para apreciar a doutrina e a história dos heréticos Cátaros? Outros membros da SS também compartilhavam desse especial interesse pelo Grande Segredo e pela doutrina Cátara, pois os consideravam o Povo de Raça Pura, os Arianos.

A verdade é que Adolf Hitler retinha consigo profundos conhecimentos ocultistas, os quais raros homens do ocidente vieram conhecer naquela época. Ele era considerado como um Iniciado ( Iniciado pelas Escolas Iniciáticas?). O fato é que existem muitos mistérios ainda para serem desvendados. Sabemos que, o poder de influência de Adolf Hitler sobre a massa populacional era incomum. Apesar de louco, ele sabia exatamente o que estava fazendo e possuía objetivos concretos. Ele não se interessaria por "Estórias vãs"...
Adof Hitler acreditava tanto na doutrina Cátara e no Grande Segredo que enviou várias expedições para o sul da França, a fim de buscar um objeto de Poder relacionado com o Grande Segredo. Othon Rahn foi um dos chefes dessas expedições e quando ele retornou para a Alemanha, foi fundada a Ordem Negra ou Ordem Thule, uma Sociedade Secreta embasada em mistérios do Povo Hiperbóreo.

Alguém tem alguma idéia do que vem a ser esse Grande Segredo?
Seria o segredo para a obtenção da Energia Vril?

PS: Gostaria de mandar um grande abraço para os queridos seguidores do blog de Portugal. Também mandar um beijo no coração da Elisa que me perguntou algo nos comentários. Elisa, eu não consegui responder utilizando os comentários, envie-me, por favor, seu e-mail. Meu carinho para todos!

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

A TERRA ESTÁ SENDO DOMINADA PELA RAÇA SERPENTE.


Eu concordo que essa informação é no mínimo bizarra e só não é estarrecedora porque, de forma proposital, o ceticismo está engastado em nossas mentes, nos condenando a negligenciar informações capazes de nos conscientizar da realidade. Esse ceticismo nos faz questionar: será que isso é verdade ou não? Acho melhor pensar nisso depois...
Postergar a análise de uma nova idéia é o elo mais forte de nossa escravidão!
Alegar aleatoriamente que tudo isso é fantasia é muito fácil! Porém, não posso deixar de esperar esse posicionamento em muitos leitores dessa postagem. Não posso desejar que todas as pessoas possuam bom senso, interesse e curiosidade para se aprofundarem em pesquisas, primeiro porque isso exige tempo e algum esforço. Mas principalmente porque a Raça Reptiliana já configurou a maior parte dos seres humanos para ignorarem o assunto. E você pode estar perfeitamente enquadrado no perfil holográfico mental que eles dominam perfeitamente.

Acreditem! A Terra está totalmente dominada pela Raça Serpente!

Tão longe a humanidade tem mantido registros da existência de uma raça alada e reptiliana através de manuscritos, cilindros com escritas cuneiformes, hieróglifos, estatuetas, etc. Todos os documentos datados de séculos antes de Cristo falam-nos de uma misteriosa raça que desceu dos céus para participar da criação da humanidade, a fim de acasalar com os primitivos hominídeos e acompanhar o nosso desenvolvimento através dos séculos, até que venha a estabelecer uma forma de governo rígida e abrangente sobre a população mundial.
Trata-se de uma raça alienígena altamente intervencionista que congrega uma aliança de culturas reptilóides nas constelações de DRACONIS e de ORION. É uma raça selvagem com base animal e instintos predatórios, porém, de extrema inteligência, intimamente ligados a nossa memória racial.

A Raça Serpente se acha no direito de governar o mundo, pois através da via genética híbrida foi a responsável pela evolução do homem. Através dos séculos, essa raça foi se infiltrando nas seqüências genéticas de famílias da aristocracia, adquirindo poder e influência em diversos pólos da sociedade, formando as famílias reais e aristocráticas da Europa, o Império britânico e a conquista das Américas, África, chegando ao Oriente, onde formaram as dinastias na China, onde até hoje a tradição é o símbolo do dragão.

Porém, esse controle através do tempo permeou a influência de ações como a tão citada Teia Holográfica, que partiu de um marco onde vários acontecimentos levaram a humanidade a absorver uma idéia única, altamente cognitiva e centralizada na veneração e no fanatismo religioso.
Para viverem em nosso meio, eles desenvolveram condições para se assemelharem às características físicas humanas, a fim de se infiltrarem e se adequarem ao nosso clima e ao nosso cotidiano, sem provocar suspeita. Porém, eles continuam escravos à necessidade de se alimentarem de um tipo de energia totalmente desconhecida pelos seres humanos. Uma necessidade que fizeram deles peritos em manipular os campos energéticos que atuam na mente humana . A Raça Serpente é capaz de implantar pequenos dispositivos em nossos cérebros, dispositivos capazes de dar a eles plenos poderes de monitoramento. Segundo estudos, eles utilizam a "Tecnologia Cristalina" (citada em meu próximo livro a ser publicado), que consiste na ressonância no cérebro através de um circuito elétrico. Dessa forma, eles se saciam de energia provinda de rituais diabólicos envolvendo sangue e principalmente sexo. Existe um elo muito forte com a conexão reptiliana e os casos de Pedofilia, que vem assustadoramente aumentado nos últimos anos. A Pedofilia envolve um tipo de energia apreciada pelos Reptilianos.

Historicamente existem muitas evidências da constante presença da Raça Serpente no meio dos homens e de outras raças. Alguns povos antigos, como os Nagas e os deuses dos Vales Indus eram capazes de assumir formas répteis. Isso é narrado não como lendas mitológicas, mas historicamente há documentos que comprovam essa narrativa como o Credo Mutwa. Isso consiste no Grande Segredo.

Em culturas tão distantes e diversas como da Suméria, Babilônia, Índia, China, Japão, México e América Central os deuses Reptilianos sempre foram temidos e venerados. Todos os textos mencionam que eles nunca andavam sozinhos, mas sempre acompanhados de outras raças que os consideravam como divindades.

Vejamos um trecho do Vedas:
O Capítulo 2 apresenta uma visão geral e os capítulos posteriores se concentram principalmente em referências Védicas aos Nagas, apresentadas principalmente no capítulo 4.2.
2. A Conexão Sauriana: Background Histórico da Serpente
A cobra (espírito da serpente) tem sido um símbolo de sabedoria, eternidade, cura, mistério, poder mágico, e santidade pela maior parte do mundo antigo não ocidental.

Observem que até nossos dias o dragão ou a serpente significa a divina herança e realeza de muitos países asiáticos, enquanto que no ocidente a serpente significa sabedoria e conhecimento.
Acha uma coincidência todos os órgãos ligados apresentarem a figura de um dragão ou de uma serpente ( répteis)?
Saibam que esses órgãos não executam nada na sombra de coincidências ou do acaso. Todas as suas leis, diretrizes, slogans e quaisquer outras evidências estão firmemente embasados em suas fontes e referências aos Reptilianos ou“reptóides,” “sauróides”, ou Raça Serpente, uma raça altamente intervencionista na Terra.

O TETO DA BASÍLICA DO VATICANO É PINTADA COM DRAGÕES.
Talvez as "raças de víboras" denominadas aos fariseus e aos saduceus por João Batista e por Jesus no Evangelho...

Comecem a observar, toda vez que você se defrontar com o símbolo Reptiliano saiba que aí se esconde a linhagem Reptiliana que se infiltrou para controlar o mundo que eles julgam pertencer a eles. Por isso, eles conspiram a Nova Ordem Mundial, uma forma autoritária e centralizada de governo mundial, onde eles serão os líderes.
Os híbridos reptilianos agregados aos Reptilianos Puros se tornaram as famílias reais e aristocráticas da Europa e, depois da formação dos impérios europeus, eles migraram para as Américas, Austrália, África, Nova Zelândia, e diretamente para o Oriente, conectando-se com outros híbridos reptilianos, formando na China, o ápice do simbolismo onde o dragão é a base suprema da cultura.

Famílias importantes dos EUA e a família real de alguns países e as famílias que controlam a política e a economia do resto do mundo vêm da mesma linhagem, que procuram fazer casamentos entre si de forma obsessiva. Fazem isso para manterem uma estrutura genética: a combinação do DNA réptil-mamífero, a qual permite que eles mudem de forma Reptiliana para a forma humana quando desejarem.

Existe um material especulativo do escritor Sagan que faz uma analogia entre o cérebro Reptiliano e o cérebro humano. Ele ressalta que no núcleo do cérebro humano reside um vestígio de nosso passado Reptiliano. Esta parte do cérebro é conhecida como R-complex (complexo Reptiliano), responsável pela realização das funções do dinossauro - comportamento agressivo, territorialidade, ritual e estabelecimento de hierarquias sociais. A camada do meio é chamada de sistema límbico e gera o amor, ódio, compaixão e sentimentalismo - características que se acredita serem estritamente mamíferas. A maior parte do cérebro humano, o neo córtex e sua camada externa é a casa da razão e da deliberação e "o lugar onde reconhecemos a diferença entre o mal e o bem".

A presença dos Reptilianos em nosso mundo é tão marcante que você pode encontrar facilmente a simbologia do seu dragão alado, ou mesmo da serpente em vários setores da sociedade.
Tentei trazer alguns logotipos de organizações cuja simbologia usa total ou parcialmente o símbolo da Raça Serpente. Observe uma cobra ou dragão que você vê em brasões, em bandeiras, notas, moedas e em vários lugares de destaque nada é mais do que simboliza a presença do comando dos Reptilianos.
Um exemplo é o símbolo do Caduceus (Simbolo da Medicina).O símbolo de duas serpentes enroladas em um bastão [originalmente significando a árvore do conhecimento do mito antigo] é hoje usado pela American Medical Association como seu logo.
.
CADUCEUS
Escudo da Realeza Britânica

Enfim, o símbolo da serpente ou do dragão é a representação da Elite Global, a figura de um ser Reptiliano, ser extraterrestre, que tem o dom de voar e que ajudou a originar a espécie humana. Os contos sobre a "raça serpente" em culturas antigas são simplesmente intermináveis para onde quer que você olhe, e o simbolismo serpente-reptiliano em relação a Raça Serpente e outras versões destes "deuses" são igualmente difundidos. Eles já se infiltraram no topo de todas as Organizações e Entidades Mundiais poderosas, como também em Sociedades Secretas. Eles conspiram dominar o mundo através de um governo Único e altamente manipulador.
Nos rituais de Magia Negra das Sociedades Secretas diabólicas eles adoram o Marduk, um deus reptiliano, o Rei dos Dragões, sob o símbolo da cruz invertida e o número apocalíptico da besta 666, fazendo rituais de sangue e aguardando pelo retorno de Marduk a Terra, o anticristo, quando será concretizado o final da Operação, ou seja, o domínio total do planeta Terra por uma Raça alienígena. Lembre-se, o processo de invasão alienígena já está quase se concretizando. A questão é: vamos romper a Teia Holográfica antes que isso aconteça?
Beijo com ternura em seu coração...Obrigada pelas postagens!
PS: Um dos últimos a postar me pediu uma resposta no orkut. Porém, ele esqueceu de deixar o seu nome e sua identificação veio como anônimo. rs